Páginas

Cursos Gratuitos

quinta-feira, dezembro 30, 2010

É TRISTE MAIS É VERDADEIRO.

Amigos passarinheiros...

Destes meus anos de criação e reprodução de pássaros em cativeiro, nunca tinha ficado tão chateado com tais noticias relacionadas a esta nova IN, puxa nestes anos todos passei a maioria do meu tempo me preparando e estudando todas as formas de reprodução em cativeiro com meus pássaros e até de pássaros que nunca criei, mas por perguntas de criadores altamente interessados em sua reprodução e criação, me tornei conhecido pelo Brasil e até mesmo no Exterior, com humildes respostas a perguntadas sobre cuidados e manejos. Agora me deparo com regras e normas, para poder defender a nossa fauna, me impedindo de reproduzir em cativeiro tais pássaros. Sabendo Eu e todos nós que isso acontecendo e nos proibindo, daqui a poucos anos não existirão mais, pois muitos já nem se quer existem, nas nossas matas, não entendo como não podemos reproduzir espécies que estão no anexo II. Amigos estou preparando a anos fêmeas de algumas espécies, tais como bico de pimenta. Já tirei filhotes de azulinho, tié preto, cardeal amarelo e de cardeal do sul, este ultimo até me surpreendi por não poder reproduzir mais, pois é um ótimo pássaro de criação e até manejo e agora nos foi impedido de reproduzi-lo, por que isso? Alguém que sabe, pode me dizer a dificuldade? Estamos proibidos de salvar nossas espécies, deixando que os desmatamentos, queimadas, venenos acabem com eles sem podermos fazer nada? Neste desabafo lhes digo que desta forma, vou deixar de criar pássaros e começar a me preocupar com outras coisas, vou gravar tudo que posso e relatar com fotos tudo que já fiz, pois assim meus filhos e netos, vão conhecer as espécies que hoje ainda existem na natureza e que sem os criadores nada disso mais terá, num futuro breve e rápido, que esta acontecendo em nosso planeta, uma vergonha. Estou triste mesmo, começando 2011 sem poder fazer nada, só ouvindo e vendo todos reclamarem sem poder fazer nada, nossas autoridades nem ai pra situação, lembro bem na época de eleições muitos apareceram, até eu ajudei colocando no blog e hoje onde estão os nossos representantes? Amigos não me venham agora com palavras de que estão nos ajudando, por favor, não me mintam mais, me deixem sofrer sozinho sem esta hipocrisia, se tivesse alguém interessados mesmo na nossa questão e nossa classe, esta nova IN nem se quer haveria de sair por modelo quanto mais por imposição como vai sendo feita.

Espero que em 2011, podemos crescer e alimentarmos de coisas mais felizes e verdadeiras, e aproveitem para registrar tudo, pois como Eu não vi curiós e outras espécies na natureza como meu avo e meu pai viram certamente desse jeito meus filhos e netos não verão os que temos hoje.

Eu teria muito mais o que relatar aqui, mas isso é o suficiente pra quem me entende.

Desculpe-me o desabafo, mas durante todos estes anos não vi nada para nos ajudar e sim desmantelar a classe passarinheira, mais uma vez lhes digo QUE PENA PENA DOS MEUS PENADOS E EMPLUMADOS, quem vive certo e honesto no que faz entenderá.

Sem mais e esperançoso o amigo de vocês e dos alados.

Carlos Raupp


-------------------------------------------------------------------------------------------------

FELIZ 2011.

Um feliz 2011 repleto de bençãos. Que tenhamos boa vontade para praticar o amor ao próximo que Jesus nos ensinou.
A cada dia de nossa vida, aprendemos com nossos erros ou nossas vitórias, o importante é saber que todos os dias vivemos algo novo. Que o novo ano que se inicia, possamos viver intensamente cada momento com muita paz e esperança, pois a vida é uma dádiva e cada instante é uma benção de Deus.

A happy 2011 full of blessings. We have a willingness to practice love of neighbor that Jesus taught us.
Each day of our lives, we learn from our mistakes and our victories, the important thing is that we live every day something new. May the new year begins, we can live intensely every moment with peace and hope, because life is a gift and every moment is a blessing from God.

幸せ2011祝福の完全な。我々は、イエスが教えてくれたことが隣人愛を実践する意欲を持っています。
私たちの生活の毎日、私達の間違いや我々の勝利から学ぶことは、重要なことは、我々は毎日何か新しいものを生きていることです。月は、新しい年が人生は贈り物ですので、すべての瞬間に、神からの祝福である私たちは、強烈に平和と希望を持ってすべての瞬間を生きることが、開始されます。

Un feliz 2011 lleno de bendiciones. Tenemos la voluntad de practicar el amor al prójimo que Jesús nos enseñó.
Cada día de nuestras vidas, aprendemos de nuestros errores y nuestras victorias, lo importante es que vivimos cada día algo nuevo. Que el nuevo año comienza, podemos vivir intensamente cada momento de paz y esperanza, porque la vida es un don y cada momento es una bendición de Dios.

En lykkelig 2011 full av velsignelser. Vi har en vilje til å praktisere nestekjærligheten som Jesus lærte oss.
Hver dag i vårt liv, lærer vi av våre feil og våre seire, er det viktigste at vi lever hver dag noe nytt. Kan det nye året begynner, vi kan leve intenst hvert øyeblikk med fred og håp, fordi livet er en gave, og hvert øyeblikk er en velsignelse fra Gud.

Ein glückliches 2011 voller Segen. Wir haben eine Bereitschaft zur Liebe zum Nächsten, das Jesus uns gelehrt Praxis.
Jeder Tag unseres Lebens, wir aus unseren Fehlern und unsere Siege zu lernen, ist das Wichtigste, dass wir jeden Tag etwas Neues zu leben. Möge das neue Jahr beginnt, können wir intensiver leben jeden Moment mit Frieden und Hoffnung, denn das Leben ist ein Geschenk und jeder Augenblick ist ein Segen von Gott.

En glad 2011 full av välsignelser. Vi har en vilja att träna kärleken till nästan som Jesus lärde oss.
Varje dag i våra liv, vi lär av våra misstag och våra segrar, det viktiga är att vi lever varje dag något nytt. Kan det nya året börjar, vi kan leva intensivt varje ögonblick om fred och hopp, eftersom livet är en gåva och varje ögonblick är en välsignelse från Gud.

2011年充滿了幸福的祝福。我們願意去練習愛的鄰居說,耶穌教導我們。
我們生活的每一天,我們從錯誤中吸取教訓,我們的勝利,重要的是,我們生活每一天新的東西。願新的一年開始,我們可以活得熱烈的每一刻和平與希望,因為生命是一份禮物,每一刻都是來自上帝的祝福。

Um feliz 2011 repleto de bençãos. Que tenhamos boa vontade para praticar o amor ao próximo que Jesus nos ensinou.
A cada dia de nossa vida, aprendemos com nossos erros ou nossas vitórias, o importante é saber que todos os dias vivemos algo novo. Que o novo ano que se inicia, possamos viver intensamente cada momento com muita paz e esperança, pois a vida é uma dádiva e cada instante é uma benção de Deus.

FELIZ 2011.

quinta-feira, dezembro 23, 2010

SAIU NOVA I.N.

Segue link para leitura..

http://www.in.gov.br/visualiza/index.jsp?data=23/12/2010&jornal=1&pagina=154&totalArquivos=176

Pessoal a Nova IN nº 15 de 22 de Dezembro de 2010, foi publicada hoje no Diário Oficial da União, vou citar alguns pontos que achei de grande relevancia para que todos tome ciencia do assunto.

1 - Criador Amador de Passeriformes = de 01 a 30 aves.

2 - 10 Anilhas por ano/licença, respeitando o limite de 30 aves.

3 - Transferencias até 15 por ano/licença.

4 - Só poderão serem reproduzidos e transferidos os seguintes pássaros: TICO-TICO/CANÁRIO DA TERRA/BIGODINHO/COLEIRO PAPA-CAPIM/BICUDO VERDADEIRO/CURIÓ/PICHOCHÓ/AZULÃO VERDADEIRO/PINTASSILGO/TRINCA FERRO/GRAÚNA/CHOPIM/SABIÁ LARANJEIRA.

5 - Cada ave só poderá ser transferida TRES VEZES DURANTE A VIDA TODA.

6 - O Criador deverá colocar as aves oriundas de Criador Comercial no SISPASS.

7 - O Criador amador não pode requerer anilhas antes de completar 6 meses de inscrição no Sispass.

8 - Só poderão serem transferidos pássaros com idade superior a 35 dias.

9 - Após ser transferido a ave só poderá ser transferida novamente após 90 dias.

10 - Proibido o uso de CAIXA ACUSTICA E APARELHO SONORO DE ALTA INTENSIDADE.

quarta-feira, dezembro 15, 2010

PARA LER E REFLETIR...

Repassando... Ao amigo Junior Caram, Prezado se assim pode chamá-lo "amigo" no sentido mais profundo do significado dessa palavra, após todos esses dias onde venho lendo e vendo tanta babozeira, muitas das vezes falta de respeito de uns em face de outros; falta de conhecimento não só técnico como também de "vida passarinheira", nem queria me manifestar, pois, o meu nivel de stress com essa situação do Ibama por estar vivenciando dia a dia, diante da defesa de criadores amadores e comercial nos Estados do Rio; São Paulo; Minas e DF é tamanho, que, até internado fiquei por 6 dias, após ter sido contratado por mais 3 criadores amadoristas do Estado do Rio, para, impetrar Mandados de Segurança contra o Ibama/Superintendente do Rio; interpor Recursos Judiciais contra o Ibama e Administrativos, e, apresentar defesas junto ao Ibama. Orgão Federal que se valendo de uma malfadada legislação que violou praticamente todos os direitos constitucionais do cidadão; feriu o princípio da isonomia; do equilíbrio entre as partes; da propriedade; do direito adquirido; da privacidade; da igualdade; dos bons costumes; do boa-fé objetiva; deNtre outros e que colocou aquele Órgão, como sendo o SENHOR DA SITUAÇÃO QUE PODE TUDO, só quem esta vivenciando de perto, poderia ao meu ver, tecer comentários sadios sobre esse tema, pois, por falta de conhecimento MUITOS acabam mudando o foco de todos os que foram atingidos por esse malfadado Decreto e agora estão com esse problema maior, que é a possível Nova IN.
Como muitos outros colegas advogados, como também passarinheiros com algum conhecimento técnico, sabiamente já defenderam aqui, essa Nova IN poderia já ter sido publicada sem qualquer interveniência nossa, assim o que vejo é que, o Ibama refutou de fazer isso, diante da atuação corajosa de alguns poucos criadores amadoristas e alguns muito poucos comerciais, que mesmo prejudicados estão ao longo desses 2 anos e 2 meses, em que o Ibama vem atuando diretamente contra os criadores de passeriformes, usando de todos os meios legais para se defenderem das covardias perpetradas contra si, em uma luta solitária; despendiosa financeira e psicologicamente falando; sem ter pelo menos até onde tenho conhecimento e atuação, ajuda de qualquer clube, federação ou análago, quer seja direta e indireta.
ALGUÉM POR FAVOR ME RESPONDA UMA PERGUNTA: ALGUM CLUBE, FEDERAÇÃO OU A COBRAP ALGUMA VEZ PROMOVEU ALGUMA MEDIDA CAUTELAR DE PRODUÇÃO DE PROVA ANTECIPADA PARA QUE FOSSE DILIGENCIADO/FISCALIZADO ALGUM CETAS OU SEMELHANTE, PARA QUEM NÃO SABE SÃO OS LOCAIS ONDE OS ANIMAIS, PÁSSAROS E ETC APREENDIDOS SÃO LEVADOS E QUE TODOS NÓS TEMOS CONHECIMENTO QUE NÃO TEM ESTRUTURA PARA CUIDAR DOS MESMOS E QUE MILHARES MORREM TODOS OS DIAS, ALGUÉM PODERIA ME RESPONDER?
Assim concluimos que, não houve nesses casos uma união em prol daquele que esta prejudicado pelo Órgão maior e que tudo pode, ficando o prejudicado a mercê de seus atos solitários, brigando contra um orgão com tamanha estrutura para prejudicar; com poderes maiores do que tudo e todos; que multa sem notificar; que apreende sem homologar o auto; que quem multa não é fiscal, é funcionário com portaria de nomeação para exercer tal mister, o que o STF veda e etc.
TODOS NÓS E PRINCIPALMENTE OS CLUBES, FEDERAÇÕES E A COBRAP SOMOS RESPONSÁVEIS, ESTES ORGANIZADOS (clubes) MAIS DO QUE NÓS, pois, deveriam em prol da coletividade há muito já terem tomado uma medida judicial contra aquele Órgão para impedi-lo de continuar agindo da forma com que esta aindo nesses dois anos e dois meses, pois, a eles e somente a eles a legislação garante esse direito, e, a atução do Ibam só tem piorado, tanto que ultimamente até filhotes tem sido apreendidos no ninho o que não precisa ser biólogo, médico verterinário para saber que é ilegal e viola o tão falado da boca para fora pelo Ibama "DIREITO A VIDA DOS PÁSSAROS", MAIS FAÇO AQUI UMA PERGUNTA: QUEM TOMOU QUALQUER PROVIDÊNCIA QUANTO A ISSO? Que eu saiba, um ou outro criador amadorista como diria meu pai, que tem aquilo roxo, o outro infinitamente número maior de prejudicados; os clubes, as federações e a Cobrap SE CALARAM, ou pouco tentaram fazer administrativamente, e, não conseguiram nada de concreto, mais uma vez insisto chegada é a hora de nos unirmos por meio dos clubes, federações e cobrap e tomarmos um a posição DURA, IMEDIATA, CONCRETA E PESSOAL CONTRA O IBAMA E A NÍVEL FEDERAL, SE A COBRAP OU ALGUMA FEDERAÇÃO ENTENDER QUE DEVA SE ABSTER DESSE CHAMADO E SE FOR INTERESSE DE SEUS ASSOCIADOS, SOU A FAVOR DA DISSOLUÇÃO DA MESMA E POSSE DE OUTRA DIRETORIA PARA IMEDIATA ATUAÇÃO.
O silêncio é privilégio dos mortos.
ME RECUSO A SER CONSIDERADO UM MORTO, QUERO GRITAR, ESPERNEAR, BRIGAR, DIZER QUE SOU CRIADOR DE PASSERIFORMES SIM E COM ORGULHO, E QUE, NÃO DEIXAREI MEU HOBBY ACABAR CUSTE O QUE CUSTAR, QUE TERÃO QUE ME RESPEITAR; QUE NÃO PODERÃO IR A MINHA CASA FORTEMENTE ARMADOS PARA FISCALIZAR O MEU PLANTEL; QUE DEVERÃO AGIR DE ACORDO COM A LEGISLAÇÃO E OS BONS COSTUMES; QUE NÃO PODERÃO ME INTIMIDAR; QUE DEVERÃO ME TRATAR COM RESPEITO MÚTUO; QUE SE MEUS PÁSSAROS COMPROVADAMENTE PELO MEU MÉDICO VETERINÁRIO SÃO PROVENIENTES DE CRIAÇÃO EM CATIVEIRO EM HIPÓTESE ALGUMA PODERÃO SER RETIRADOS DE MINHA RESIDÊNCIA; EU SANDRO SUEIRA CELANO, NÃO ME FURTEI E NÃO ME FURTAREI ENQUANTO FOR VIDO DE BRIGAR POR AQUILO QUE ACREDITO E DESEJO, ASSIM COMO AINDA NÃO HOUVE INTERESSE COLETIVO, VOU TENTANDO RESOLVER MINHAS QUESTÕES INDIVIDUALMENTE.
É MUITO PAPO E POUCA RESOLUÇÃO, CANSEI.
COMENTEM O QUE ENTENDEREM NECESSÁRIO, ESPERO QUE MUDEM ALGUMA COISA PARA BENEFICIAR A TODOS.
O PAPO ADMINISTRATIVO É BOM, MAIS NÃO RESOLVE, PROCESSO NELES; PUBLICADADE PÚBLICA NACIONAL NELES; REPORTAGENS E ETC MOSTRANDO NOSSA AUTUAÇÃO EM PROL DA PRESERVAÇÃO PARA MUDAR A CONCEPÇÃO DE QUE TODO PASSARINHEIRO É CONTRABANDISTA DE PÁSSAROS, NELES; PORRADA SE FOR NECESSÁRIO, DENTRO DOS LIMITES LEGAIS NELES; SILÊNCIO, MEDO, RECEIO, CABEÇA BAIXA, ISSO NÃO É PARA MIM, UFA CANSEI, NÃO QUERO ISSO PARA MIM.
PEÇO ENCARECIDAMENTE APÓS LEVERAM QUE ESTE COMENTÁRIO FIQUE NO MÁXIMO UMA SEMANA CIRCULANDO, APÓS ME EXCLUAM DO GRUPO, PORQUE SÓ VOU ME JUNTAR A QUEM PENSA DA MESMA FORMA E LUTAR PARA ALGUMA MUDANÇA, MESMO QUE SÓ OU JUNTO A POUCOS, QUE COM CERTEZA SERÃO MUITOS, PERTO DESSA BALBURDIA, QUE NÃO NOS LEVARÁ A NADA.
FUI.
CORDIALMENTE,
SANDRO SUEIRA CELANO
NOVA FRIBURGO/RJ
PASSARINHEIRO E ADVOGADO
OAB/RJ 96.247
CTF 779.495
CEP 28.613-210
Ps. OS DADOS AQUI MENCIONADOS SÃO PARA AQUELES QUE DESEJAREM FAZER ALGUMA COISA CONTRA MIM, VENHAM QUENTE QUE ESTOU FERVENDO.
Fonte: NOSSOS DIREITOS / POR RENATO DASMACENO ( email ) Rafael de Melo.
PARABÉNS DR. SANDRO S. CELANO - CORAGEM E HONESTIDADE.

segunda-feira, dezembro 06, 2010

IBAMA se compromete em resolver situação dos criadores de pássaros até dia 15 de dezembro.

Nesta quarta-feira (1), ocorreu à segunda parte da reunião iniciada na última quarta-feira (24), em Brasília, com o Presidente do IBAMA, Abelardo Bayma Azevedo, juntamente com os deputados e os representantes dos criadores de pássaros.

Dentre os assuntos levantados, a questão das anilhas foi o ponto mais discutido, pois o prazo para a finalização da licitação será no dia 7 de dezembro, tendo ainda um prazo de 3 dias para recurso. Assim, no dia 10 de dezembro, as anilhas já estarão disponíveis para serem entregues. O presidente do IBAMA se comprometeu em fazer a distribuição das anilhas de forma mais célere possível. Mais de 1 milhão de anilhas estarão disponíveis.

Sobre a questão da nova Instrução Normativa (IN), será feito os ajustes finais junto com os criadores e na próxima terça-feira (7) haverá uma nova reunião com o presidente do instituto e os parlamentares para a exposição do texto final da IN.

No máximo, até o dia 15 de dezembro haverá uma sessão solene para a assinatura definitiva da Instrução Normativa. Os parlamentares e os criadores saíram esperançosos da reunião, acreditando que as modificações e os pleitos acontecerão.

Na oportunidade estiveram presentes o presidente da COBRAP, Aloísio Tostes, o Presidente da FEOSP, José Vilmar, o Presidente do Clube de Campinas, Alexandre Borges, e o Diretor de Uso Sustentável da Biodiversidade e Florestas, Américo Ribeiro Tunes, e o Diretor de Proteção Ambiental, Luciano de Menezes Evaristo. Além dos deputados Otávio Leite, Moacir Micheletto e Valdir Colatto, representando o deputado Nelson Marquezelli.

sexta-feira, dezembro 03, 2010

CONFRATERNIZAÇÃO DE FINAL DE ANO CPC-RS

CONFRATERNIZAÇÃO DE FINAL DE ANO CPC-RS 19/12/2010

Amigo Passarinheiro:Você e sua familia estão convidados a confraternizar mais um encerramento de final de ano.
Iremos realizar um almoço com churrasco a um custo de R$ 10,00 por pessoa.
Cada passarinheiro podera trazer uma ave de sua perferencia devidamente anilhada e registrada portanto os documentos exigidos na IN para a troca de experiência .

Local: Ginásio da Escola Estadual Presidente KennedyRua: Décio Costa Martins, nº 312 - bairro Vila Eunice - CachoeirinhaInicio as 9:00.

Maiores Informações: Nelson: 8476-4161 ou Roberto: 9230-0275

sexta-feira, novembro 19, 2010

Calendário Torneio 2011/2012 - CPC-RS

Calendário Torneio 2011/2012.


JANEIRO.
08/01/11 - Azulão
09/01/11 - Trinca Ferro
15/01/11 - Bicudo - Curio - Coleiro (Canto livre)
16/01/11 - Trinca Ferro (* PRAIA)
22/01/11 - Canário - Frade
23/01/11 - Coleiro
29/01/11 - Bico(Pimentão) - Cardeal (Canto Livre de Azulão)
30/01/11 - Trinca Ferro.

FEVEREIRO.
05/02/11 - Azulão
06/02/11 - Coleiro
12/02/11 - Bicudo - Curio - Canário (Canto Livre)
13/02/11 - Coleiro
19/02/11 - Canário - Frade
20/02/11 - Trinca Ferro
26/02/11 - Bico(Pimentão) - Cardeal (Canto Livre de Azulão)
27/02/11 - Coleiro.

MARÇO.
05/03/11 - Azulão
06/03/11 - Coleiro
12/03/11 - Bicudo - Curio - Azulão (Canto Livre)
13/03/11 - Coleiro

19/03/11 - Canário - Frade
20/03/11 - Coleiro
26/03/11 - Bico(Pimentão) - Cardeal (Canto Livre de Coleiro)
27/03/11 - Coleiro.

JULHO.
10/07/11 - Trinca Ferro
24/07/11 - Cardeal

AGOSTO.
07/08/11 - Trinca Ferro
14/08/11 - Azulão
21/08/11 - Cardeal.

SETEMBRO.
03/09/11 - Bico(Pimentão) - Canário (Canto Livre de Trinca)
04/09/11 - Trinca Ferro
10/09/11 - Bicudo - Curio
11/09/11 - Trinca Ferro
17/09/11 - Azulão
18/09/11 - Trinca Ferro
24/09/11 - Cardeal - Frade (Canto Livre de Coleiro)
25/09/11 - Trinca Ferro
OUTUBRO.

01/10/11 - Bico(Pimentão) - Canário (Canto Livre de Trinca)
02/10/11 - Trinca Ferro
08/10/11 - Bicudo - Curio (Canto Livre de Azulão)
09/10/11 - Trinca Ferro
15/10/11 - Azulão
16/10/11 - Trinca Ferro
22/10/11 - Cardeal - Frade (Canto Livre de Coleiro)
23/10/11 - Trinca Ferro
29/10/11 - Bico(Pimentão) - Canário
30/10/11 - Coleiro
NOVEMBRO.
05/11/11 - Bicudo - Curio (Canto Livre de Coleiro)
06/11/11 - Trinca Ferro
12/11/11 - Azulão
13/11/11 - Coleiro
19/11/11 - Cardeal - Frade (Canto Livre de Azulão)
20/11/11 - Trinca Ferro
26/11/11 - Bico(Pimentão) (Canto Livre de Trinca)
27/11/11 - Coleiro
DEZEMBRO.

03/12/11 - Bicudo - Curio (Canto Livre de Azulão)
04/12/11 - Coleiro
10/12/11 - Azulão
11/12/11 - Coleiro
17/12/11 - Bico(Pimentão) - Canário
18/12/11 - Coleiro.


* Torneio da Praia será em Capão da Canoa;

* Não consta ainda a liberacão do Bico Duro/Tupi/Patetão, para torneios.

terça-feira, novembro 02, 2010

Via Legal - Anilhas

A mesma legislação que proíbe e prevê cadeia para quem pratica tráfico de animais, permite a criação deles em cativeiro. O controle é muito rigoroso e passa pela identificação de cada bichinho. No Rio Grande do Sul, a fiscalização das anilhas tem sido questionada nos tribunais.




segunda-feira, outubro 25, 2010

Conheça o criadouro PARAÍSO DA PRAIA.

O criadouro PARAÍSO DA PRAIA nasceu da união de esforços de dois irmãos apaixonados por curiós, nascidos e criados na cidade de Torres, litoral norte do Rio Grande do Sul, Serginho mudou-se, em 1980, para a cidade Esteio, região Metropolitana de Porto Alegre, onde mora até hoje, distantes há mais de 200 km, Paulinho, o irmão mais velho, continuou na cidade.





Mesmo distantes, o amor incondicional pelos curiós, não os fez desistirem de seus sonhos e ideais e hoje o criadouro PARAÍSO DA PRAIA, possui três ambientes instalados em Torres.







Criadouro 1 – fêmeas solteiras.
Criadouro 2 - fêmeas criando e um terceiro ambiente,
Criadouro 3, para os galadores, já em Esteio possui, quatro novos ambientes muito bem pensados e projetados para comportar todas as etapas necessárias para uma boa criação.




Possui um primeiro ambiente (Ambiente 1) propício para a gala, com controle de umidade e temperatura. O Ambiente 2 é uma sala totalmente isolada e tratada acusticamente, da mesma forma com controle de temperatura e umidade, para as fêmeas chocarem seus ovos. O diferencial começa aí, com caixas de som de alta fidelidade passando o canto do mestre, que está em um outro ambiente com um microfone de lapela de ótima qualidade, sendo assim, cantando naturalmente sem a influência de filhotes churriando e fêmeas pialando. São intercaladas as melhores cantadas do mestre durante o dia com o CD Prata Moretti.





















http://www.criadouroparaisodapraia.com.br/index.html

CRIADOR DE CURIÓ PRAIA GRANDE CLÁSSICOTodos os direitos reservados CRIADOURO PARAÍSO DA PRAIA - 2010.

quarta-feira, setembro 22, 2010

IBAMA - OPERAÇÃO BICHO SOLTO II

Belo Horizonte (21/09/2010) A Operação Bicho Solto II realizada no Alto Paranaíba apreendeu 300 pássaros e aplicou mais de R$ 300 mil em multas. A operação começou no dia 5 de setembro com o Torneio realizado nas dependências da Universidade de Patos de Minas - Unipam, e contou com agentes de Uberlândia, Montes Claros, Belo Horizonte, Juiz de Fora, Governador Valadares e com o Coordenador Geral de Operações do Ibama Roberto Cabral Borges e agentes de Brasília, essa Operação foi denominada Operação Campeão.

Do dia 6 a 11 de setembro, a Operação Bicho Solto II, teve como principal objetivo a fiscalização em criadores de passeriformes registrados no sistema Sispass, onde foram verificadas as relações do plantel do criador e a verificação das anilhas com paquímetros digitais.

Segundo o chefe do Escritório Regional de Uberlândia e Coordenador da operação os resultados obtidos foram satisfatórios, tendo em vista que apenas foram vistoriados criadores de Patos de Minas, Presidente Olegário e Tiros, sendo que a demanda teria que ser feita ainda em outros municípios da região, para se obter um resultado mais abrangente.

Segundo o Coordenador a participação efetiva da Policia Ambiental de Patos de Minas, foi de fundamental importância para os resultados obtidos, pois foram utilizadas as dependências da sede da 10 Cia. Ind. Mat. em Patos de Minas como base da operação e os animais apreendidos encaminhados para o Setor de Animais Silvestres da Universidade Federal de Uberlândia, para futuras destinações a criadores conservacionistas devidamente registrados no Ibama.

Valdo Veloso
Ascom Ibama/MG

terça-feira, setembro 21, 2010

APOIO TOTAL

Bom dia, repasso abaixo a vc, meu caro leitor, importante pronunciamento feito recentemente em Brasília/DF, registrando que eu, Antonio José F. de S. Pêcego, Juiz de Direito, cidadão brasileiro cumpridor de suas obrigações, Criador Amadorista de Passeriformes devidamente cadastrado no IBAMA, um dos Editores deste Blog, dou meu apoio incondional ao brilhante e esclarecedor pronunciamento, parabenizando de público o seu autor que é conhecido como um criador sério e idôneo, esperando que os homens de bem reflitam seriamente sobre o caso e tomem as providências necessárias para que não se acabe com o criador amadorista de passeriformes. Apreciem !

"Senhores parlamentares; senhores candidatos.


E
m meu nome e em nome dos amigos passarinheiros agradeço as vossas ilustres presenças. Sabemos o quanto é precioso o vosso tempo e somos gratos pela oportunidade que nos concedem.
Meu nome é Clóvis Neves, mais conhecido apenas como Neves. Sou Militar da Reserva do Exército, formado em Zootecnia e criador amadorista de pássaros.

Quando o Instituto Chico Mendes, por preciosismo burocrático, embargou a obra de ampliação da DF 150, a sociedade revoltou-se, as lideranças foram acionadas e rapidamente, a situação foi revertida.

Os passarinheiros nunca puderam contar com qualquer apoio no seu relacionamento com o IBAMA. Por culpa exclusivamente nossa, que nunca nos reunimos na busca por essa maior representatividade. Mas o elástico da tolerância chegou ao seu porto de ruptura. Da adversidade da situação surgiu a união e a mobilização da categoria. Compreendemos que é necessário empenharmos os nossos votos com candidaturas que demonstrem um entendimento da política ambiental adequada e estejam dispostos a defendê-la no plenário.

Somos 10 mil criadores legalizados no DF. Mais de 200 mil no Brasil. Para cada criador legalizado há uma centena na clandestinidade. A atividade gera empregos e movimenta a economia. Para compreender sua dimensão basta observar que o Brasil, em 2009, importou mais de 200 milhões de dólares em alpiste, apenas do Canadá e da Argentina.

Em 1 a cada 5 lares brasileiros há, ao menos, um espécime de nossa fauna nativa, a maioria com origem ilegal. Permitir ou proibir pouco altera esse quadro. Está nas raízes de nossa cultura. Em nosso DNA. Quando o colonizador desembarcou em nossas praias já encontrou os índios com os seus xerimbabos (animal de estimação em tupi-guarani).

No cenário internacional a situação é ainda pior. O trafico internacional de animais tornou-se o 3º mais importante, superado apenas pelas drogas e pelo armamento. O IBAMA estima que o Brasil participe desse mercado com 38 milhões de espécimes coletados na natureza.


Mas se não há meios de reduzir essa demanda por animais de estimação, que inclui os nossos silvestres, podemos reduzir a pressão da captura na natureza, reproduzindo em ambiente doméstico as espécies de maior interesse.


Quando alguém adquire um pássaro com origem legal compromete-se com a legalidade e abandona a clandestinidade. Jamais abrirá mão da nova condição adquirida para buscar outros espécimes na natureza. É necessário promovermos uma nova consciência. As pessoas precisam saber que podem ter seus pássaros em casa sem causar qualquer prejuízo à natureza. É imperioso que se crie um ambiente favorável à migração dos que vivem na ilegalidade e desejam buscar a harmonia com a legislação em vigor, pelo bem dos espécimes de vida livre, que devem continuar em liberdade.


A origem de todas as nossas dificuldades no relacionamento com o IBAMA é conceitual.


Até a década de 80 a discussão ambiental procurava estratégias que pudessem manter o que restava do ambiente natural livre da presença humana. Com taxa ZERO de desfrute. Todas as políticas que seguiram o dogma da radicalidade fracassaram.


A humanidade cresce exponencialmente e há necessidade ocupação territorial para novas habitações. A fronteira agrícola se distende para a produção de maior quantidade de alimentos. É um quadro de difícil reversão.


Nos anos 90 o pensamento preservacionista evoluiu a partir do trabalho de cientistas ambientais.

A Conferência das Nações Unidas para o Meio Ambiente e o Desenvolvimento (CNUMAD), realizada no Rio de Janeiro em 1992, conhecida como ECO 92, foi um marco nessa evolução do pensamento mundial, consagrando o conceito de desenvolvimento sustentável.

Como resultado da ECO 92 foi produzido o documento conhecido como Agenda 21, para nortear a política ambiental no âmbito das Nações Unidas.

Este documento foi discutido e negociado exaustivamente entre representantes de 150 países ali presentes, sendo, portanto um produto diplomático contendo consensos e propostas.

Na versão oficial da Agenda 21, publicada pelo Senado encontramos:

Capitulo11, Item 11.20, subitem “h”

(h) Promover e apoiar o manejo da fauna e da flora silvestres, bem como do turismo ecológico, inclusive da agricultura, e estimular e apoiar a criação e o cultivo de espécies animais e vegetais silvestres, para aumentar a receita e o emprego e obter benefícios econômicos e sociais sem efeitos ecológicos daninhos;

Chamo a atenção dos senhores para os verbos empregados no texto oficial: PROMOVER, APOIAR, ESTIMULAR e não apenas permitir ou muito menos restringir.

Nos quadros do IBAMA vem se desenvolvendo uma corrente filosófica contrária a manutenção de espécimes de nossa fauna em ambiente doméstico. Essa corrente ganhou corpo no período em que a senadora Marina Silva esteve à frente do Ministério do Meio Ambiente.

Achamos pouco provável que qualquer um de nós, criador ou técnico do IBAMA, tenha uma visão mais adequada da questão da reprodução de silvestres em ambiente doméstico do que a dos cientistas que representaram suas nações nas diversas convenções promovidas pela ONU.

Ainda que um técnico do IBAMA tenha um pensamento discordante, não poderá enquanto funcionário público, valer-se de suas prerrogativas funcionais para militar em ideologia contrária a política determinada pelo Estado.

O apoio do IBAMA à campanha recentemente lançada pela WSPA com o slogan SILVESTRE NÃO É PET é a negação da Agenda 21.

Temos exemplos claríssimos dos resultados da criação ex-situ de silvestres como elemento de apoio a preservação das espécies:

A Ararinha Azul (Cyanopsita spixii), não teve sua reprodução em cativeiro autorizada. Está extinta no Brasil. Um casal pode ser adquirido em criatórios nos EUA, Europa e Oriente Médio, por preços que variam de US 50.000,00 a US 80.000,00.

O Bicudo ( Oryzoborus Maximiliani) está praticamente extinto na natureza. Teve sua reprodução em cativeiro autorizada e já podemos contar com uma quantidade de pássaros registrados 10 vezes maior do que toda a que já existiu em vida livre. Em 2008, através da COBRAP, os criadores ofereceram ao IBAMA a quantidade de espécimes que o órgão julgasse necessária para repovoamento de áreas preservadas. O IBAMA recusou nossa oferta alegando não ter estrutura para conduzir o necessário processo de readaptação para a soltura das aves.

Se o IBAMA assume não ter estrutura sequer para reintroduzir espécimes que os criadores amadoristas produziram, como espera garantir a perpetuação das espécies ameaçadas de extinção. A menos de 10 km da sede do IBAMA, várias áreas de preservação ambiental estão tomadas por condomínios residenciais. Se o IBAMA não conseguiu proteger áreas tão próximas, o que podemos esperar nas regiões mais distantes?

Os radicais argumentam que a manutenção e reprodução de silvestres em cativeiro estimulam a demanda e leva outras pessoas a coletarem espécimes na natureza. É justamente o contrário. Nas convenções promovidas pela ONU ficou evidente o entendimento da comunidade internacional de que reprodução em cativeiro concorre com o tráfico e reduz a pressão de captura na natureza.

Os radicais argumentam que muitos criadores empregam as anilhas que recebem do IBAMA para esquentar pássaros capturados na natureza. É certo que em nosso meio existem bandidos travestidos de criadores, que se valem do registro na categoria para praticar delitos. Também é certo que vários funcionários do IBAMA se envolveram em falcatruas com distribuição de anilhas e com o licenciamento ambiental. Nem por isso tomaremos a parte pelo todo. Não podemos considerar que o IBAMA seja uma instituição corrupta nem que os criadores de pássaros sejam traficantes de aves.

O IBAMA, em absoluta contradição com a política ambiental adotada pelo Estado, ao invés de PROMOVER, vem minando a atividade.

Proíbe que pássaros produzidos por criadores amadoristas sejam comercializados. Autoriza apenas as trocas. Alega impedimento tributário. Como se fosse da alçada do IBAMA a preocupação com tributos.

A portaria Nr 131 de 1988 reduziu a possibilidades dos criadores amadoristas aos passeriformes. Não podemos dede então, criar psitacídeos ou outras aves.


A portaria Nr° 631, de 18 de março de 1991, limitou a possibilidade de criação a 316 espécies.

A Instrução Normativa Nr 01, em 24 de Janeiro de 2003, reduziu para 151espécies autorizadas.

Uma minuta da próxima portaria que está para ser publicada extingue o criador amadorista e cria a figura do mantenedor, que não poderá dedicar-se a reprodução.

Obriga todos os que desejarem reproduzir nossos silvestres a migrarem para a condição de criador comercial.

A publicação dessa Instrução Normativa será o derradeiro golpe na atividade de reprodução ex-situ dos nossos silvestres. Poucos terão a estrutura necessária ou interesse em migrar para a categoria de criador comercial.

Não haverá demanda para as fêmeas produzidas pelos criadores comerciais.

É chegado o tempo da sociedade, através de seus representantes no Congresso Nacional, decidir se está certo o IBAMA com sua política restritiva ou estão certos os especialistas internacionais que produziram os documentos que orientam as políticas ambientais no âmbito das Nações Unidas.

Isso enquanto há espécimes a serem preservados.

Muito Obrigado. "


Criar: Privilégio de alguns

sexta-feira, setembro 17, 2010

Reunião dia 19/09/2010 - com os criadores de Trinca - Ferro.

REUNIÃO de Trinca Ferro dia 19/09/2010
Local: Rua: Mario da Costa Pereira, nº 105
Bairro Granja EsperançaSalão da Igraja Santa Clara
Cachoeirinha / RS

O treinamento servira para esclarecer as regras e normas aos associados da CPC-RS e outros clubes, para fins de torneio oficial para o proxímo ano, estaremos reunidos neste dia para que haja o exclarecimento de algumas duvidas de criadores, o clube tambem explicara as normas que serão adotadas, desde seus juizes de pista e comissão julgadora para análises de anéis para a competição. A CPC-RS Agradeçe a todos os amigos e associados que estão se empenhando para que haja seriedade e respónsabilidadea todos os criadores do nosso Estado e regiões. Nelson Arrué Pres: Da CPC-RS.

Os criadores e associados a CPC-RS só poderam comparecer com seus pássaros (Trinca - Ferro) Mediante de sua relação e guia de transportes, Mediante a nossa troca de experiencia, não serão aceito outros pássaros no Ginasio. No final de nossa reunião estaremos confratenizando com um churrasco com os amigos e associados.

Telefone para informações: 8476-4161 - Nelson QUE FIQUE CLARO QUE NÂO SE TRATA DE TORNEIO MAIS SIM DE UMA REUNIÂO ENTRE AMIGOS PARA TROCA DE EXPERIENCIA. NOSSAS DATAS DE TORNEIOS PARA O PROXÌMO ANO ESTARÂO A PARTIR DO FINAL DE SETEMBRO NO SITE NOSSA PREVISÂO È PARA O DIA 07 DEJANEIRO DE 2011.

Polícia apreende mais de cem filhotes de papagaio e maritaca em SP.

terça-feira, setembro 14, 2010

País Livre - OPINIÃO SOBRE A NOVA NORMATIVA

Falta humildade, entendimento e lucidez, tantas coisas para os tantos que falam da nova normativa (ATÉ EU), tão nova que praticamente não existe, e.... pasmem, NAO EXISTE, isso mesmo, enquanto não for publicada, estamos sofrendo, quase que nos suicidando sem ao menos saber o verdadeiro teor de tal suposta normativa, vejo aqui no site (COBRAP) e em vários bate papos verdadeiros horrores, pedidos angustiantes antevendo a morte de nossa classe, muitos inclusive abandonando totalmente o barco, que não ha mais saída, e me lembrei quando há anos atrás surgiu a idéia, que naquela época, era absurda, de que toda ave deveria usar um anel inviolável, que este deveria ser fornecido pelos clubes (e hoje pelo IBAMA) e que tal procedimento causaria o final da nossa classe, pois lembrando disso peço calma, o IBAMA apesar de seus altos e baixos, deseja o mesmo que nos, a preservação, e tais normativas no final causam sim uma moralização, e isso, nos todos devemos assumir ser necessário, pois já e tempo de acabar com anilhas clonadas, pedidos infindáveis de anéis de filhotes, e verdadeiros indústrias de criadores mascarados entre "amadores", apesar de achar complicado comentar sobre o que é incomentavel, pois ainda inexiste, partindo do principio que tal normativa e sua varias versões (só eu recebi 3 diferentes supostas originais), me prendo aos pontos que vi serem recorrentes nas varias manifestações e que julgo importantes...


1- criadores com mais de 50 pássaros ou produção maior que 50 filhotes devem se tornar comerciais sem nenhuma regalia... NADA MAIS JUSTO, QUEM HOJE TIRA MAIS DE 50 FILHOTES OU TEM MAIS DE 50 PASSAROS, NAO É MAIS AMADOR, TEM PRODUÇAO PRATICAMENTE INDUSTRIAL DE PASSAROS E DEVE SE LEGALIZAR PARA TAL.


2-criadores com menos de 50 pássaros e que desejam tirar filhotes devem se tornar comerciais, mas com uma serie de "facilidades", como a não necessidade de tratos burocráticos que incidem para os demais criadores comerciais... ONDE ME ENCAIXO, NUNCA VI O IBAMA FACILITAR TANTO, MAS SE AO NOS IMPOR A MIGRAÇAO PARA COMERCIAL, ELES NOS ABRIREM TAL LEQUE DE FACILIDADES, NAO ENTENDO COMO AINDA TEM GENTE RECLAMANDO, VAMOS MIGRAR LOGO E SAI DA CLANDESTINIDADE, PODENDO NEGOCIAR NOSSA PRODUÇAO E SANAR O CUSTO DA CRIAÇAO, POIS HOJE SO NOS E DADO O DIREITO DE TROCAR NOSSOS PASSAROS.


3-criadores que por ventura não desejam reproduzir suas aves, que sigam como amador ou "mantenedor"... LENDO ISSO COMO ALGUEM PODE AFIRMAR QUE EXISTIRA A EXTINÇAO DOS AMADORES, LOGICO, QUE OS NOVOS CRIADORES, NAO PRECISARAO SE CADASTRAR COMO AMADORES, POIS AO ADQUIRIREM PASSAROS SERA COM NOTA FISCAL, JA QUE SO EXISTIRA FIHOTES PROVENIENTE DE CRIADORES COMERCIAIS.



Com base nestes 3 pontos analisando o material que recebi, foi visto como o mais recorrente, portanto, mais próximo de uma verdade desta suposta nova normativa... Fica aqui a solidariedade ao mais desesperados e afirmo a maior certeza que carrego comigo, o IBAMA nunca teve e nunca terá força para acabar com os criadores, somos uma classe pouco unida, muito pouco organizada mas extremamente abundante, duvido algum município que não tenha criadores, portanto, nunca seremos ignorados de tal maneira a ponto de nos calarem... Quanto a necessidade de tal normativa, sou a favor de um tratamento de choque, pois somos muito sagazes para reclamar de falta de anilhas mas não ponderamos os muitos e muitos que hoje pedem anéis sem nunca ter reproduzidos nem um único filhote e que entopem a fila por tal, ou que o IBAMA é arbitrário ao chegar e nos tratar como bandidos mas somos complacentes com criadores irregulares, com pássaros com anel irregular e quem ainda permanece com praticas irregulares e mesmo assim os mesmos são aceitos em diferentes níveis de nossas atividades, sejam elas torneios, badernas, ou ate mesmo o criador da vizinhança que mantemos contato , enfim, hoje somos joio e trigo, e somente um divisor de águas para separar e moralizar nossa categoria, pois vivemos tempos em que os bons pagam pelos maus, e nada acontece... depois do raciocínio, arrisco a afirmar junto aos meus amigos ...


SIM A UMA NOVA NORMATIVA NESSES MOLDES, SOU A FAVOR.


Agradecido a quem leu meu manifesto.


Rodrigo de Poa/RS

segunda-feira, setembro 13, 2010

NOSSOS CANDIDATOS - BANCADA FEDERAL

AGORA É A HORA...

Outubro tá chegando amigos,temos de nos mobilizar e formar uma bancada forte com os nossos candidatos a deputados federais pelo Brasil afora. Só com uma bancada ECO-PASSARINHEIRA forte e atuante poderemos reverter a nosso favor os "desmandos" de ongs embutidos no Ibama e que estão contra a nossa classe passarinheira.Temos nessa eleição mostrarmos que somos muitos e unidos no mesmo ideal.Vamos divulgar ao máximo nossos candidatos entre os contatos de e-mail,msn,orkut, blog e afins da net.

























Prezados, esses são os nossos candidatos à Bancada Federal nos
respectivos estados:

AP - Davi Alcolumbre - 2580
BA - José Carlos Araújo - 1200
DF - Laerte Bessa - 2010
ES - Marcus Vicente - 1145
GO - Sandro Mabel - 2233
MG - Flávio Barbosa - 1789
MS - Fábio Trad - 1580
PA - Catarino Lima - 1570
PR - Moacir Micheletto - 1512
RJ - Otávio Leite - 4555
RO - Marinha Raupp - 1515
RS - Luiz Carlos Heinze - 1144
SC - Valdir Colatto - 1516
SP - Nelson Marquezelli - 1434

MINUTA DA INSTRUÇÃO NORMATIVA IBAMA.

Colegas, a nova IN ainda e somente uma minuta, ou seja, não foi homologada e pode ter alterações, no entanto ela em seu conteúdo atual resa que não mais existira criadores amadores. (Reprodução Amadora).







Caros colegas de grupo,
o texto da IN é inaceitável na sua quase totalidade.
Trabalharemos em um texto substitutivo, em que a primeira e fundamental premissa é a de que a criação amadora permanecerá existindo. Iremos rever também todos os dispositivos propostos que inviabilizam, na prática, nossa atividade. Foi para isto que nos reunimos em São Paulo ontem, sexta-feira (10/09).
Repito: nem a Marina Silva conseguiu acabar com a classe, embora seus discípulos tenham se esforçado bastante para isso. Não é lógico que agora, quando parece existir gente séria em setores estratégicos do IBAMA, os amadores sejam demonizados de novo.
A empreitada, neste momento, é evitar a aprovação desse texto esdrúxulo, é resguardar o legítimo direito de criar pássaros em regime amadorístico. E destravar o licenciamento comercial, para que os interessados em trabalhar em larga escala possam finalmente se tornar criadores comerciais.
Já advirto que não será uma luta fácil. O IBAMA possui uma estrutura de poder diversificada, extremamente ambígua e ainda hoje existem radicais exercendo cargos de prestígio lá dentro. A proposta de IN que vocês viram ontem é uma colcha de retalhos composta por diversos setores internos, em que a voz mais ouvida foi justamente a desses radicais. São as mesmas pessoas com as quais temos travado embates enérgicos nestes últimos anos, servidores contra os quais inclusive formulamos representações administrativas para fins disciplinares, representações na Controladoria Geral da União, representações na Procuradoria Geral da República.
As visitas que fizemos a Brasília, as reuniões que tivemos no IBAMA, no CONAMA, as caravanas de criadores a Brasília e a São Paulo, a papelada que temos feito chegar às instâncias mais diversificadas do poder, inclusive uma ou outra medida judicial, enfim, tudo que fizemos nos últimos anos tem servido para segurar os radicais. Tentaram revogar a IN de amador, tentaram empurrar goela abaixo uma "lista pet" com 6 espécies de pássaros, tentaram inviabilizar a criação com a regulamentação maluca de "maus tratos" e outra sobre "tamanho dos recintos", tentaram acabar com os torneios, tentaram desmoralizar a COBRAP com multas e fiscalizações. Todas estas tentativas fracassaram. E não foi por acaso: os criadores de pássaros se mobilizaram, deram o grito de variadas formas, buscaram e obtiveram apoio político. Desde então, aconteceram coisas inéditas: fomos recebidos pelos órgãos internos mais importantes do IBAMA, fomos recebidos pela Presidência do IBAMA, fomos recebidos até pela Ministra do Meio Ambiente, além de sermos defendidos no Plenário da Câmara dos Deputados.
Mas os radicais não se dão por vencidos nem se darão jamais. Eles não trabalham com base na Constituição ou na lei, eles atuam com base em uma ideologia, a "eco-terrorista". Nós temos a nossa "paixão" "eco-passarinheira" e eles têm a deles, "eco-terrorista"... A diferença é que nós somos o "povo" e eles a "Administração Pública", que, em tese, apenas deveria fazer aquilo que está determinado na lei (a criação está permitida e deve até ser incentivada pelo governo...).
Não considerem o texto divulgado como o texto final da Instrução Normativa. Ele é apenas "um" projeto de IN: é a proposta dos radicais. Agora, entraremos com a nossa proposta, com a nossa redação, que buscará preservar nossos legítimos direitos.
Como disse antes, a luta vai ser difícil. Preparem-se para possíveis caravanas e para novas formas de manifestação e de pressão.
Precisaremos, como nunca, da união da classe, da confederação e das federações em torno de um objetivo comum: a sobrevivência da categoria amadora. Precisaremos, como nunca, que os criadores não sejam confundidos com aqueles que estão na ilegalidade.
E precisaremos também de muita fibra para não permitir que nossos legítimos direitos sejam violados pela minoria radical de pessoas que se escondem atrás do IBAMA para fazer valer sua vontade íntima.
Vamos à luta!
É minha opinião pessoal.
Abraço,
Allan / Cobrap.


sexta-feira, setembro 10, 2010

CPC-RS - Club de Passarinheiros de Cachoeirinha - Informacões.

REUNIÃO de Trinca Ferro dia 19/09/2010
Local: Rua: Mario da Costa Pereira, nº 105
Bairro Granja EsperançaSalão da Igraja Santa Clara
Cachoeirinha / RS

O treinamento servira para esclarecer as regras e normas aos associados da CPC-RS e outros clubes, para fins de torneio oficial para o proxímo ano, estaremos reunidos neste dia para que haja o exclarecimento de algumas duvidas de criadores, o clube tambem explicara as normas que serão adotadas, desde seus juizes de pista e comissão julgadora para análises de anéis para a competição. A CPC-RS Agradeçe a todos os amigos e associados que estão se empenhando para que haja seriedade e respónsabilidadea todos os criadores do nosso Estado e regiões. Nelson Arrué Pres: Da CPC-RS.

Os criadores e associados a CPC-RS só poderam comparecer com seus pássaros (Trinca - Ferro) Mediante de sua relação e guia de transportes, Mediante a nossa troca de experiencia, não serão aceito outros pássaros no Ginasio. No final de nossa reunião estaremos confratenizando com um churrasco com os amigos e associados.

Telefone para informações: 8476-4161 - Nelson

QUE FIQUE CLARO QUE NÂO SE TRATA DE TORNEIO MAIS SIM DE UMA REUNIÂO ENTRE AMIGOS PARA TROCA DE EXPERIENCIA. NOSSAS DATAS DE TORNEIOS PARA O PROXÌMO ANO ESTARÂO A PARTIR DO FINAL DE SETEMBRO NO SITE NOSSA PREVISÂO È PARA O DIA 07 DE JANEIRO DE 2011.



xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx


Dando seguimento ao acordo firmado em 19.05.10, com os deputados da “Bancada Eco-Passarinheira” da Câmara Federal e lideranças dos passarinheiros de todo o Brasil, nesta data de hoje, estiveram reunidos em Brasilia na DBFLO/COEFA com o Dr. Vitor Hugo Cantarelli e posteriormente com o Dr. Américo Tunes, os presidentes da FEOSP José Vilmar Fernandes, da COBRAP Aloísio Pacini Tostes e a Assessora do Deputado Nelson Marquezelli Teresa Amorim. Na oportunidade, foram discutidos diversos assuntos de alto interesse da classe que , neste momento, afligem grande parte dos criadores. Para conhecimento de todos, estão enumerados abaixo cada um deles e os encaminhamentos sugeridos, a saber:

a) Anilhas - O processo de licitação está finalizado e deverá estar concluído até o dia 02/ 09, prevendo-se a regularização da distribuição para final de setembro;

b) Boletos Pagos – A FEOSP no Estado de São Paulo, assim como as Federações de outros Estados , ou os próprios Clubes/Associações, onde não houver Federação Estadual, ficaram encarregados de enviar, por email , relação de seus criadores associados com Nome, CPF, CTF e Data do Pagamento do Boleto para que sejam desbloqueados, o mais rápido possível;

c) CTF Emissão de RelatórioProblema surgido na SUPES MG , segundo recomendação da COEFA a situação deve ser normalizada em breve visto que, o sistema gera automaticamente o relatório e assim deverá ser feita a regularização cadastral;

d) NOVA IN – Em curtíssimo prazo, a DBFLO enviará oficialmente, proposta de texto a COBRAP a ser discutido com todas as lideranças organizadas do segmento ornitofílico que poderão propor eventuais sugestões alterações/ajustes no documento.

segunda-feira, setembro 06, 2010

IBAMA - OPERAÇÃO ALÇAPÃO NO VALE DO ITAJAÍ

Florianópolis (03/09/2010) - O Ibama em Santa Catarina deflagrou a Operação Alçapão, que ocorre na região do Vale do Itajaí, e visa ao recolhimento de aves mantidas de forma irregular. Desde o último dia 10 de agosto, quando a operação começou, o Ibama já multou R$ 1.203.000,00.
A partir de análises do – Sistema de Cadastro de Criadores de Passeriformes – Sispass, os agentes do Ibama monitoram os criadores com maior possibilidade de irregularidades, com isso, segundo o chefe da Divisão de Controle e Fiscalização do Ibama/SC, Carlos Ribeiro, a fiscalização se torna mais precisa e eficiente.
Na sua segunda etapa, que começou dia 30 de agosto e vai até o final de setembro, a operação apreendeu 19 pássaros silvestres mantidos irregularmente por um criador amadorista, que foi multado em R$ 9.500,00. Embargou um criador comercial de animais silvestres que estava desenvolvendo a atividade em desacordo com a licença, o valor da autuação foi de R$ 55.500,00.
Outro embargo se deu a um criador conservacionista, com multa de R$ 550 mil. Dentre as irregularidades constatadas, havia animais sem marcação de origem, fabricação irregular de anilhas e, um “zoológico irregular”, constatado pelo livre acesso ao criadouro de hóspedes do hotel que funciona no mesmo local.
Houve também a autuação de uma pessoa que expunha animais à venda na internet, sem a licença do Ibama, com multa de R$ 35 mil. Os fiscais autuaram ainda o proprietário de uma agropecuária que mantinha 84 aves silvestres exóticas sem origem legal e sem licença para criação. Dentre as espécies apreendidas estavam ring-necks e roselas. O homem recebeu multa de R$ 254 mil e o Ibama vai encaminhar a denúncia ao Ministério Público, para que ele responda pelos crimes de possuir espécies sem procedência e trazer para o país animais sem autorização.
Todos os animais apreendidos na operação estão sendo encaminhados ao Centro de Triagem de Animais Silvestres – Cetas, do Rio Vermelhe, em Florianópolis.
O valor das multas varia conforme a ave: as não ameaçadas de extinção é de R$ 500 e, para as ameaçadas, R$ 5 mil.
“Tão importante quanto nossos sistemas e serviços de controle, é a fiscalização da população, que através de denúncias nos leva a locais onde crimes ambientais estão sendo praticados. As pessoas podem denunciar toda e qualquer irregularidade percebida sem haver a necessidade de se identificar. Com isto se diminui a incidência de práticas irregulares em relação à fauna e flora”, diz Ribeiro.
As denúncias ao Ibama podem ser feitas por meio da Linha Verde, cujo número é 0800-618080.
Badaró Ferrari
Ascom Ibama/SC

quarta-feira, setembro 01, 2010

segunda-feira, agosto 30, 2010

COMUNICADO SISPASS / IBAMA.

Senhores usuários do SISPASS.


A partir de agosto de 2010 houve alteração na forma de processamento dos Boletos Pagos para a liberação do acesso ao SISPASS. Por determinação da Secretaria do Tesouro Nacional (Ministério da Fazenda) boletos inferiores a 50,00 R$ são emitidos através de GRU simples. Dessa forma o sistema bancário agora passa a informação para o sistema da Secretaria do Tesouro Nacional e dessa Secretaria ao sistema do IBAMA.

Em razão dos problemas técnicos envolvendo a adequação dos sistemas, informamos que tem havido atraso na liberação de acesso ao SISPASS após o pagamento do boleto. As providências junto a equipe de informática já foram tomadas e a liberação dos acessos se dará em breve.

sexta-feira, agosto 27, 2010

COMUNICADO CONJUNTO COBRAP- FEOSP

Dando seguimento ao acordo firmado em 19.05.10, com os deputados da “Bancada Eco-Passarinheira” da Câmara Federal e lideranças dos passarinheiros de todo o Brasil, nesta data de hoje, estiveram reunidos em Brasilia na DBFLO/COEFA com o Dr. Vitor Hugo Cantarelli e posteriormente com o Dr. Américo Tunes, os presidentes da FEOSP José Vilmar Fernandes, da COBRAP Aloísio Pacini Tostes e a Assessora do Deputado Nelson Marquezelli Teresa Amorim. Na oportunidade, foram discutidos diversos assuntos de alto interesse da classe que , neste momento, afligem grande parte dos criadores. Para conhecimento de todos, estão enumerados abaixo cada um deles e os encaminhamentos sugeridos, a saber:

a) Anilhas - O processo de licitação está finalizado e deverá estar concluído até o dia 02/ 09, prevendo-se a regularização da distribuição para final de setembro;

b) Boletos Pagos – A FEOSP no Estado de São Paulo, assim como as Federações de outros Estados , ou os próprios Clubes/Associações, onde não houver Federação Estadual, ficaram encarregados de enviar, por email , relação de seus criadores associados com Nome, CPF, CTF e Data do Pagamento do Boleto para que sejam desbloqueados, o mais rápido possível;

c) CTF Emissão de RelatórioProblema surgido na SUPES MG , segundo recomendação da COEFA a situação deve ser normalizada em breve visto que, o sistema gera automaticamente o relatório e assim deverá ser feita a regularização cadastral;

d) NOVA IN – Em curtíssimo prazo, a DBFLO enviará oficialmente, proposta de texto a COBRAP a ser discutido com todas as lideranças organizadas do segmento ornitofílico que poderão propor eventuais sugestões alterações/ajustes no documento.

Aloísio Pacini Tostes - COBRAP

José Vilmar Fernandes - FEOSP

quinta-feira, agosto 26, 2010

Incubação Artificial e Alimentação Manual.

A fêmea abandonou o choco ou não alimenta os filhotes. Fato comum, principalmente com fêmeas novas, de primeira cria. Nem tudo está perdido. Ovos podem ser migrados para outras fêmeas ou incubados artificialmente.
Filhotes podem facilmente receber alimentação manualmente.
Não compensa! Dá muito trabalho! As chances de sobrevivência são pequenas! São expressões que ouvimos vez ou outra por aí.
Naturalmente que não emanam de verdadeiros passarinheiros. Estes têm a consciência de que a luta pela preservação de uma vida vai muito além da viabilidade econômica.

Com a incubação artificial dos ovos não tinhamos atingido, ainda, um nível ótimo. Empregavamos um nascedouro da Premium Ecológica (http://www.premiumecologica.com.br/), onde foi colocado um suporte para os ninhos. Os ovos de pássaros eram mantidos no interior dos ninhos e virados manualmente quatro ou cinco vezes ao dia. Na última temporada, adquirimos uma chocadeira IP-35P, também da Premium Ecológica, com viragem automatica dos ovos. Os resultados melhoraram muito.

As melhores taxas de eclosão foram obtidas com temperatura de 38,8° e umidade relativa de 60 %. Temos obtido taxa de eclosão em torno de 80 %. Efetuamos vários testes com ovos de periquito australiano, de canário do reino e dos exóticos manons. Incubamos, recentemente, 2 ninhadas de bicudo e uma de curió, com grande sucesso. O abandono dos ovos deu-se pela transferência de residência de um criador amigo para outra cidade, que teve que transportar seus pássaros em meio a estação reprodutiva. Os ovos estariam certamente perdidos. De 6 ovos eclodiram 5. A elevação da taxa de eclosão, nesse caso específico, não serve de referência por terem os ovos sido transferidos para a chocadeira, muito perto da data prevista para a eclosão. A ninhada de curiós nasceu no dia seguinte à transferência (nasceram dois filhotes). De uma ninhada de bicudos eclodiu um ovo no segundo dia de incubação artificial e outro no terceiro. Da terceira ninhada nasceu um filhote de bicudo no décimo dia de incubação artificial. O ovo que não eclodiu estava cheio e o embrião chegou a iniciar o seu desenvolvimento. Não conseguimos precisar a causa da morte embrionária. Há, ainda, muito que ser estudado em relação à incubação artificial de ovos de pássaros. São raros os casos em que a incubação artificial é a única solução (ainda bem). Em sua maioria, os ovos abandonados são transferidos para outras fêmeas. Daí que o universo de referência para observação da relação condição/resultado é pequeno.
Com a criação artificial dos ninhegos índices de sobrevivência acima de 90 % são facilmente atingidos.
Isso se deve, principalmente, a qualidade dos preparados destinados à alimentação de filhotes, disponibilizados pelos diversos fabricantes de ração. Produtos importados como o Nutri Bird da Versele-larga, ou o Handmix da Orlux, ambas Belgas, estão disponíveis no comercio brasileiro. Os nacionais não ficam em nada a dever aos importados. Empregamos o Alcon Club Papa para filhotes de pássaros, com excelente resultado. Não encontramos razões para migrar para os produtos importados, muito mais caros, e que possibilitam resultados semelhantes. É imprescindível que o produto contenha uma associação de Prebióticos e Probióticos, para povoamento e desenvolvimento da flora intestinal benéfica.


A maior dificuldade, para um grande índice de sobrevivência, está na manutenção da temperatura e da umidade relativa estáveis, em um nível excelente, principalmente durante os primeiros 15 dias de vida.
Temos visto por aí, soluções empíricas das mais diversas, improvisadas por passarinheiros apaixonados e criativos. Um exemplo é do amigo Guedes, de Porto Alegre. Colocou água até um terço do nível de um aquário de vidro com um aquecedor dotado de termostato submerso, que mantinha a água a uma temperatura de 40 °C. Improvisou uma plataforma com uma chapa perfurada de acrílico um pouco acima do nível da água e, sobre esta, um suporte com um ninho. Sobre o aquário era mantida com uma chapa de vidro que cobria a metade da superfície. Segundo o criador, a tampa do aquário mais aberta ou mais fechada funcionava como regulador da temperatura, que era mantida em cerca de 36° C na altura do ninho. Se funciona bem não sei, mas lá estavam dois filhotes de Sabiá com cerca de 10 dias de vida.

Testemunhamos muitas improvisações com campânulas e lâmpadas incandescentes, próprias para granjas de aves de corte, sobre pequenas gaiolas encapadas. E os filhotes lá. Mantidos pela dedicação de um verdadeiro amante dos pássaros.
Nesse site é apresentado um projeto para incubadora de fabricação caseira de autoria do criador Heliano Lemos, que pode ser executado por qualquer interessado
Estão disponíveis, no mercado, várias soluções profissionais para a manutenção de filhotes de pássaros sem os pais. Algumas nacionais, com preços mais atrativos. A Premium Ecológica comercializa uma Unidade de Tratamento de Pequenos Animais, que ainda não tivemos oportunidade de testar, mas que presumimos ter a mesma qualidade de outros produtos da empresa (http://www.premiumecologica.com.br/uta.html).

A Criativa comercializa uma incubadora manual para ovos de pássaros (http://www.criativanet.com.br/ornitologicos/incubaovos.html) que já empregamos com muito sucesso na manutenção de filhotes.
Uma observação importante sobre a incubadora da Creativa é que, em nossos testes, ela apresentou uma variação de temperatura de até 4°C, que consideramos muito elevada para nossa finalidade. Avaliamos a incubadora e achamos que isso se devia, principalmente ao fato da mesma ser montada em caixa de plástico e possuir pequena massa para armazenamento do calor gerado pela resistência. Nos intervalos determinados por seu termostato eletrônico a temperatura caia muito. Colocamos no interior da incubadora, sobre seu fundo plástico e sob a grade metálica, quatro lajotas de cerâmica refratária, com o cuidado de não bloquear as entradas de ar. Como resultado a temperatura passou a variar menos de 2°C.


Incubadora Creativa com lajotas de cerâmica refratária


A observação da variação da temperatura deve ser obtida por termômetro eletrônico de boa qualidade, pois a maioria dos modelos de incubadoras é fornecido com um termômetro de bulbo de mercúrio, que apresenta um tempo de reação maior, dificultando a medição das oscilações.


Incubadoura Criativa

Atualmente empregamos, em nosso criatório, um nascedouro fabricado pela Premium Ecológica, onde foram introduzidos suportes para ninhos. O resultado é excelente. Variação de temperatura é de cerca de 1°C, e a umidade, apesar da regulagem manual pelo nível da água em seu interior, se mantém muito estável. O nascedouro é usado para a manutenção dos filhotes até estarem empenados.

O processo é trabalhoso, porém muito simples.

A higiene é fundamental. A cada refeição são removidas as fezes dos ninhos e diariamente os ninhos são trocados. O ninho retirado é higienizado e só retorna ao uso depois de um dia exposto ao sol. Principalmente nos primeiros dias, é importante que o ninho colocado permaneça por alguns minutos no interior da incubadora antes da transferência dos filhotes, para evitar variação brusca na temperatura.

As refeições devem ser ministradas em intervalos de, no máximo, uma hora e trinta minutos. Melhor é determinar o intervalo pela observação do volume do papo do filhote. Esvaziou... ta na hora.

Certa vez efetuamos um comparativo com filhotes de periquito australiano. 10 filhotes nascidos no mesmo dia. Três recebiam comida a cada 2 horas. Três recebiam comida a cada 1 hora e meia e quatro foram mantidos com comida no papo. Observando-se os filhotes, quando o papo estava quase vazio era oferecida a refeição. Os intervalos ficaram em torno de 50 min. Em uma semana os filhotes que foram mantidos com comida no papo aparentavam ter 2 dias mais que os outros. Empenaram, também, um pouco mais rápido. No entanto, apresentaram maior demora para comerem sozinhos. É possível que o ditado "a fome aguça a esperteza" tenha funcionado com eles. Parecem ter ficado mais dependentes. O lote que recebeu comida em intervalos de 1 hora e meia apresentou desenvolvimento ligeiramente superior ao do lote submetido ao intervalo de 2 horas. Todas as avaliações foram efetuadas apenas pela observação visual, sem maiores critérios zootécnicos. Após três meses de nascidos, nenhuma diferença podia ser observada entre eles, salvo de um macho que se apresentava maior e mais bonito que os demais, muito provavelmente, por característica genética e não pela forma como foi alimentado.

A preparação da papa que será fornecida aos filhotes requer alguns cuidados. Nos primeiros dias deve ser servida mais diluída, sendo engrossada progressivamente até o sexto ou sétimo dia. A partir daí seguem duas partes de água para uma da farinha. Na própria embalagem da Papa da Alcon é enunciada a sugestão de 1 parte do produto para 5 partes de água no primeiro dia e 1 parte do produto para 2 partes de água, a partir do sétimo dia de vida dos filhotes. Seguimos e recomendamos a sugestão do fabricante.
A papa deve ser servida a uma temperatura de 38°C. Após uma serie de tentativas estabelecemos a seguinte rotina de preparo:
Aquecer cerca de 100 ml de água até o início da fervura. Encher uma xícara de cafezinho (usamos as de porcelana) com a água aquecida. Encher a seringa que será usada com a água aquecida. Esvaziar, após alguns segundos a xícara, que ficou aquecida pela água. Colocar uma colher de chá da papa da Alcon. A colher deve ficar rasa, com a mesma quantidade de farinha que conterá de água. Em seguida adicionamos a água. Tantas colheres cheias quantas forem necessárias para a proporção desejada. Mexer muito bem a papa, de forma a que fique totalmente homogênea. Quando estiver pronta, a papa deve ser aspirada através da ponta que será usada na seringa. A seringa também foi previamente aquecida pela água quente. Nunca deve ser retirado o embulo da seringa para seja cheia por trás, pois alguma porção da papa que não esteja bem dissolvida pode entupi-la.
Procedendo dessa forma, com tranqüilidade, teremos a papa com a temperatura próxima dos 38°C recomendados. Pelo tato podemos avaliar a sua temperatura.
Costumamos incluir, diariamente, em uma das refeições, uma gota de Aminosol. Isso a partir do sétimo dia de vida do filhote. Embora não tenhamos conhecimento de nenhum trabalho científico que recomende o uso do Aminosol nessas condições, sempre o fizemos, e não vimos até agora razão para alterar tal procedimento.

Quanto a seringa a ser empregada, melhor que possua dosador, pois é muito difícil pressionar o embulo de forma a fornecer uma porção adequada e regular à cada filhote. Uma agulha sem ponta, e preferencialmente curva, é de grande ajuda. Embora esse material possa ser improvisado ou adquirido em lojas de material odonto-hospitalar, existem dosadores fabricados para esse fim específico, que podem ser adquiridos no comercio especializado.

A loja Terra dos Pássaros (ver link na página inicial), comercializa um Kit da Zootech, que é boa opção para quem reproduz variadas espécies de pássaros. O criatório Rio Bonito vende um dosador muito adequado aos filhotes de Bicudo (http://criatorioriobonito.com.br/dosador.html).

Como é montado em seringas BD de 10 mL, fica fácil a sua renovação, bastando adquirir, em qualquer farmácia, uma nova seringa. Lubrificar diariamente a parte de borracha do êmbulo da seringa prolonga muito sua vida útil.

A papa deve ser depositada sobre a língua do filhote e após o início da formação do bico. O filhote deve abrir o bico espontaneamente. Nunca deve ser forçado. Na segunda ou terceira refeição já estão espertos, facilitando o trabalho com a seringa. A quantidade é sempre pequena. Uma gotinha de cada vez. Se o filhote sacudir a cabeça, tentando livrar-se da papinha será por essa ter sido depositada em local inadequado ou em quantidade excedente.
Não podem ficar restos de papinha no bico, corpo do filhote ou no ninho. É fungo na certa. O papo não deve ficar demasiadamente cheio. Os filhotes são gulosos e mesmo alimentados ficam pedindo mais e mais comida.
É necessário limpar o bico dos filhotes após cada refeição. Para isso empregamos pedaços de guardanapos previamente cortados com tesoura.
A partir de 10 ou 12 dias de vida os filhotes começam a ficar irrequietos no ninho, ficando pousados em suas bordas e mesmo saltando para fora. Daí em diante é preciso cuidar para que não caiam e se machuquem, principalmente durante as refeições. É mais confortável retirar o ninho da incubadora na hora de alimentar os filhotes. Daí a preocupação com uma possível queda.

Na medida em que vão se desenvolvendo, os filhotes não param quietos na incubadora. Já estando mais empenados estão menos sensíveis as variações de temperatura. Nessa fase é melhor transferi-los para pequenas gaiolas, que podem ser dotadas de aquecedor elétrico ou serem encapadas e colocadas próximas de alguma lâmpada de aquecimento. Transferidos para as gailolas, devem ter acesso à comedouro com rações e farinhadas e a um bebedouro com água. Quando iniciarem o consumo voluntário da farinhada, oferecemos a mistura de sementes. É necessária muita sensibilidade para saber a hora de reduzir a papinha na seringa, estimulando o consumo voluntário.

A temperatura na incubadoura deve ser diminuida na medida em que os filhotes vão empenando. Consideramos ideal
a temperatura de 37 ° C, que vamos reduzindo a partir do 3 dia, à razão de 1° C por dia, até que esteja estabilizada em 28°C.
Quando os filhotes são retirados da incubadoura, são transferidos para gaiolas com aquecedores individuais. O aquecedor mantem apenas uma parte da gaiola aquecida. Os proprios filhotes passam a regular a necessidade de aquecimento. Quando não se aproximam mais da área aquecida, o aquecedor pode ser desligado. Tanto o Criatório Rio Bonito, como a Empresa Criativa, vendem modelos de aquecedores.


Os filhotes criados sem a mãe, apresentam um pouco mais de dificuldade para se adaptarem com a dieta comum. Certamente pela falta do seu exemplo.

Quanto ao imprinting da linguagem da espécie, pudemos observar que um bicudo que criamos com alimentação manual acabou por tornar-se galador em outro criatório, não apresentando qualquer vicio de comportamento.

A alimentação manual dos filhotes, também pode ser implementada em apoio a alimentação dada pelos pais, com grande sucesso para o desenvolvimento dos filhotes. Nesse caso, devem ser fornecidas apenas algumas porções aos ninhegos, sem nunca completar os seus papos, para que continuem com apetite e pedindo comida aos pais. Se forem saciados plenamente, a fêmea pode perder o estímulo e parar de alimentá-los.




http://www.cantoefibra.com.br/Artigos/Almanual.htm