Páginas

Cursos Gratuitos

quinta-feira, março 31, 2011

Sugestões dadas ao IBAMA.

No dia 24/03, em Brasília, reunidos com o setor técnico do IBAMA, nos foi apresentada a minuta da nova IN15. Após conhecê-la, vimos que vários itens já haviam melhorado por conta de inúmeros pedidos feitos e reconhecimento do órgão público da total insatisfação popular, manifestada de norte a sul, em nosso país.

Mesmo assim, sugerimos as seguintes modificações: no capítulo que diz o n° de espécies a serem criadas pelos comerciais e amadores, vimos que havia melhorado de 9, no comercial, para 20 e de 12, no amador, para 59. Porém, pedimos aos técnicos para não reduzirem de 59 para 20 espécies no momento em que o amador migrar para o comercial, pois, derepente, ele vem reproduzindo algumas espécies que poderiam não estar entre as 20, gerando, assim, uma insatisfação em não poder reproduzir o que ele mais admira.

No artigo que orienta como serão feitas as anilhas, para que a integridade das mesmas seja preservada, sugerimos que sejam feitas de aço, compromisso assumido pelo Ninho dos Colibris junto ao IBAMA para sua próxima fabricação de anilhas. Pedimos, também, que seja obrigatório estar escrito por fora, o diâmetro interno da anilha.

No artigo 51-2° referente a multa aplicada ao criador, sobre todos os pássaros, quando apenas um está errado, vimos que o assunto precisa ser tratado em outros setores.

Quando vimos que o amador só poderá pedir 15 anilhas por ano e ter no máximo 30 pássaros, escutamos da equipe técnica que 80% dos amadores possuem menos de 30 pássaros e que não se interessam por reprodução. Esta iniciativa veio, para que os 20% dos amadoristas, que gostam de possuir centenas de pássaros e reproduzir dezenas de filhotes, migrem para o comercial, onde livremente poderão possuir e reproduzir o n° de pássaros que desejarem, vendendo seus filhotes com nota fiscal para passarinheiro ou não passarinheiro. Vendo que dificilmente este artigo vai ser mudado, pedimos que, então, seja facilitada a mudança de categoria, pois na NOVA IN, no artigo 15, o interessado terá que solicitar as 3 autorizações: prévia (AP), instalação (AI) e de funcionamento (AF), que, na prática, é uma verdadeira maratona que poucos até hoje conseguiram realizar. Pedimos que esse artigo seja igual a IN 15 de dezembro, que pedia apenas a autorização de funcionamento (AF).

Continuaremos mostrando ao IBAMA que, passarinheiro não é bandido e nem destruidor da fauna e sim um forte aliado no combate ao tráfico e preservação de nossas espécies. Sempre falamos para o IBAMA que, se um dia tivermos vários Criadores comerciais em cada cidade deste país, além de empregos diretos e indiretos, aumento de arrecadação para os cofres públicos e não extinção das espécies, ninguém venderá mais um pássaro retirado da natureza.

Agradecemos ao Deputado Junji Abe, que tão nobremente abraçou nossa causa. Visite seu site: www.junjiabe.com e conheça mais sobre seu trabalho.

A equipe de amigos que nos acompanhou:

José Selmi- Criador Comercial (SP)
Adalberto Júnior- Criador Amadorista (DF)
Clóvis Pereira- Criador Amadorista (DF)
Octávio Lisboa- Médico Veterinário (RJ)
Cristina Mel- Cantora Gospel (meu Rouxinol n°1)

Em tempo, afirmamos que defendemos todos os que amam e reproduzem pássaros, seja amador ou comercial e que não participamos e aprovamos qualquer movimento de discórdia entre nossos criadores, associações, federações e confederações, pois nosso objetivo, não é criar caso e sim criar passarinho.

Isaías Costa.

terça-feira, março 29, 2011

INFORMAÇÃO AOS PASSARINHEIROS:




O Ibama confirmou nesta terça-feira, 29/3, que a Instrução Normativa para Pássaros Exóticos será publicada nesta quarta-feira dia 30 março e, na próxima quarta-feira dia 06 abril, será feita a republicação da IN 15 para Pássaros Silvestres com os ajustes solicitados pelo setor. A informação foi repassada pelo coordenador de Gestão do Uso de Espécies de Fauna do Ibama em Brasília, Vitor Hugo Cantarelli, ao Deputado Federal Valdir Colatto, membro da bancada Eco-Passarinheira no Congresso Nacional.

Fonte: Gabinete Deputado Federal Valdir Colatto
Escritório Santa Catarina(49) 3328 1516.


TEXTO COBRAP.

Olá pessoal,

creio que todos têm acompanhado as discussões sobre a nova IN, desde o início deste segundo semestre de 2010.

Na condição de assessor jurídico da COBRAP, tive a oportunidade de participar do grupo que gestou a proposta de texto do movimento dos criadores. E devo alertar desde o começo: o texto que tem circulado pela internet nos últimos dias não é a nossa proposta.

Antes de falar especificamente do que o movimento dos criadores apresentou, aponto alguns elementos que podem ajudar a tornar compreensíveis as escolhas que fizemos.

A exploração ideológica dos problemas de fauna silvestre - inclusive a divulgação maciça, pelos meios de comunicação, de ilícitos ambientais e de campanhas estilo “gaiola zero” e “bicho legal é bicho solto” – tem contribuido para que a opinião pública não veja mais diferença entre criador e criminoso. Neste clima, nossa atividade corre sério risco, pois restrições normativas tendem a ser aceitas com facilidade pelo “senso comum”. Nos últimos anos, existe uma política clara de se colocar a opinião pública contra a criação e contra os criadores.

Não é a primeira vez que digo isto: há dois, três anos, os “gestores” de fauna de Brasília tinham CERTEZA de que estavam em vias de acabar com a criação amadora de passeriformes e que iriam aprovar uma lista “pet” com 22 espécies (só 8 pássaros), que acabaria também com a criação comercial (não apenas de pássaros, mas a criação comercial de todas as espécies nativas).

Em fins de 2008, a reação dos setores de criação foi muito forte. Chegou-se até mesmo a fundar a UNIFAUNA, que englobava criadores de mamíferos, pássaros, aves, répteis etc. A força da reação dos criadores acabou diminuindo o ímpeto dos radicais. Aquele foi um momento interessante, em que houve mudanças no pessoal que deveria gerir a fauna em Brasília. Chegamos a acreditar em avanços em 2009. Aliás, o otimismo era tamanho que os demais setores da criação animal (exceto os criadores de pássaros) simplesmente sabotaram a UNIFAUNA, que supostamente já teria cumprido seu papel e se tornara supérflua... E, de fato, a entidade que acabava de nascer foi por água abaixo. As despesas e os prejuízos por sua fundação ficaram por conta EXCLUSIVA dos criadores de pássaros.

Em fins de 2009 e início de 2010, nova frustração: quem entrou para colocar a gestão de fauna nos eixos acabou se mostrando completamente incapaz de fazer qualquer coisa pelos bichos... Nós, criadores de pássaros, já havíamos detectado isso no segundo semestre de 2009, quando participamos de várias reuniões em Brasília e, rapidamente, notamos que as pessoas que estavam cuidando da fauna não tinham cacoete para fazer as mudanças necessárias. De toda maneira, só em abril de 2010, houve nova mudança de pessoal no Planalto Central...

O fracasso de 2009 fez com que, em 2010, os radicais voltassem à carga. Podem acreditar: eles continuam querendo proibir a criação amadora e sempre sonham com a lista pet de 22 espécies, que acabará com a criação comercial também.

De toda maneira, em Brasília, o planejamento de fauna passou a ser realizado de um modo compartilhado, até mesmo com consultas às chefias estaduais. Nessa mistura de opiniões, é claro que se fizeram presentes os radicais (que querem proibir tudo), os preguiçosos (que preferem proibir, pois não querem ter trabalho com atendimento de criadores em seus Estados) e os verdadeiros gestores de fauna (que entendem o significado da instituição pública em que trabalham).

Foi nesse clima que, em meados deste ano, fomos convidados a participar, em Brasília, da discussão de uma nova IN, cujo texto já estava pronto.

O texto deles, muito ruim, simplesmente acabava com o criador amador.

Elaboramos o nosso contraponto: o criador amador continuaria existindo.

Só que para isso acontecer, teríamos que negociar plantel e anilhas.

Depois de muitos embates internos, concluímos que só aceitaríamos discutir a quantidade do plantel e a quantidade de anilhas sob duas condições:

* com a reabertura imediata do licenciamento dos criadores comerciais de passeriformes, com um procedimento simplificado de aprovação de projetos;

* com a exclusão dos pássaros com nota fiscal e não incluídos no SISPASS de qualquer quantitativo de plantel (em resumo: se não coloco meu pássaro com nota fiscal no SISPASS, ele não é quantificado para fins de limites do plantel).

É importante insistir que não aceitamos discutir a limitação do plantel amador e a limitação de anilhas porque acreditávamos na juridicidade ou na utilidade prática dessas medidas. Pelo contrário, estamos conscientes de que os Tratados de que o Brasil é signatário nos favorecem. A Constituição e a lei federal também não apresentam nenhum obstáculo à nossa atividade. Fomos forçados a ceder porque esta era a única forma de reincluir o criador amador no texto da IN, que já estava semi-pronta, e continuar discutindo pela via administrativa. Qualquer outra escolha significaria o impasse e, certamente, a judicialização da questão, com a eternização de processos na Justiça. Existem também razões de senso comum que nos impeliram a aceitar discutir essas quantidades e que prefiro não apontar aqui, já que sabemos que o inimigo terá acesso a este texto.

Apresentada nossa proposta, ela passou a ser redesenhada pelos setores radicais. Em resumo: retiraram praticamente tudo que era positivo e substituíram por regras esdrúxulas e restritivas.

Quem leu a proposta divulgada pela internet nesta semana se decepcionou. E não era para menos: o texto é visivelmente escrito com má vontade, com má-fé e com intuito proibidor. É um texto de bedel de internato. Não foi feito por gestor de fauna.

A nossa proposta não se confunde com esse texto, apesar de termos aceitado discutir quantidade de plantel e quantidade de anilhas. A nossa proposta não é o que queríamos, mas era o que poderíamos defender administrativamente, sem judicializar a questão.

Creio que é importante salientar o que existe de positivo em nosso texto:

* não aceitamos discutir maus tratos e recintos em nossa proposta, não porque este seja um tema tabu, mas simplesmente porque, segundo ordem do CONAMA, ele está submetido a futura portaria interministerial e não pode, portanto, ser disciplinado pelo IBAMA em IN;

* liberamos a quantidade de movimentações de pássaros no plantel do amador, pois sabemos que é da tradição do povo brasileiro o intercâmbio de pássaros e não existe significância ambiental nesta prática;

* o criador amador pode ter número ilimitado de pássaros com nota fiscal, desde que os mesmos não estejam inscritos no SISPASS (os pássaros inscritos estão limitados a 30);

* o criador comercial pode ter acesso a pássaros amadores, em condições muito bem pormenorizadas no texto;

* a questão do F2 para pássaros em lista de espécies ameaçadas de extinção é resolvida;

* a relação União Federal e Estados é prevista, para fins de delegação dos serviços de fauna;

* a relação poder público e entidades é pormenorizadamente disciplinada, de modo a acabar com grande parte dos problemas atuais de atendimento;

* o horário de atendimento ao amador é regulamentado, de modo a acabar com as filas nos balcões de superintendências e delegacias;

* o direito de circulação com os pássaros é melhor regulamentado;

* a possibilidade de uso de pássaros amadores em programas de reintrodução e repovoamento é disciplinada de modo adequado;

* a filosofia das punições é alterada (pássaro legal não se torna ilegal porque o criador foi autuado, a multa deve sempre que possível ser substituída por restrição da atividade de criação, erro administrativo não se confunde com ilícito ambiental).

Entregamos este texto com o sentimento dúbio: de dever cumprido, porque trabalhamos seriamente para fazer o que estava ao alcance naquele momento, mas ao mesmo tempo de frustração, por ter que negociar temas que consideramos historicamente inegociáveis.

É importante insistir que todas as premissas colocadas em nosso texto foram previamente discutidas em grupo, na reunião aberta ao público e realizada com ampla divulgação na sede da SERCA (10/09/2010). Ali estiveram pessoas representando o segmento de Norte a Sul do Brasil.

Num primeiro momento, foi necessário evitar a propagação pela internet do texto, porque isso prejudicaria as discussões em Brasília.

Particularmente, tenho visto a discussão sobre a nova IN nos grupos e mantido reserva sobre o assunto, primeiramente, pelo motivo antes exposto. Em segundo lugar, porque é preciso distinguir a discussão construtiva de grupos historicamente compromissados de uma outra situação, que é o apelo simplório e supérfluo por protagonismo. Esta última situação parece ter ocorrido insistentemente nas últimas semanas, o que gerou reações de repúdio dentro dos próprios grupos de criadores (embora existam contribuições valorosas de diversos participantes nessas discussões).

De todo modo, diante da atual conjuntura institucional em Brasília, entendemos que, neste momento, não se justifica mais a postura inicial de reserva. Agora, a publicidade do texto é importante, para que possamos reorientar as discussões daquilo que realmente estamos dispostos a cortar em nossa carne para seguir discutindo administrativamente a questão.

Para que seja visualizável o que era proposto por Brasília, apresento em anexo o documento oficial “Minuta Brasília”, em PDF, que já existia em agosto, quando começamos a participar das discussões. Logo depois, vai o nosso contraponto, a nossa proposta, “Minuta Criadores”.

Allan Helber de Oliveira.


Fonte: Email de um amigo, Sr., Mauricio.

ESPERANÇA AMIGOS, ESPERANÇAS...


"Somos aliados no combate ao tráfico, contra a captura de pássaros na Natureza e destruição das florestas que são habitat natural das espécies".

TEXTO ANÔNIMO, RECEBI HOJE A TARDE...

RECEBI UM EMAIL ANÔNIMO COM UM TEXTO QUE ME DEIXOU UM TANTO PREOCUPADO, POR ÉTICA, PREFERI RETIRAR O NOME DAS PESSOAS EM QUESTÃO DA LEITURA. POR SEREM PESSOAS CONHECIDÍSSIMAS DO MEIO, PREFIRO SÓ COLOCAR O TEXTO E ESPERAR QUE ISSO REALMENTE NÃO PASSE DE UMA DESCONFIANÇA POR PARTE DO ESPECTADOR DA REUNIÃO COM PRESIDENTE DO IBAMA. XXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXX
REUNIÃO EM BRASÍLIA.

BOA NOITE A TODOS. A REUNIÃO A PRINCIPIO MUITO INTERESSANTE GENTE DO BRASIL INTEIRO. AGRADEÇO AQUI OS MEUS AMIGOS QUE LÁ ME RECEBERÃO COM ALEGRIA O PRESIDENTE DO IBAMA MUITO ALEGRE E SIMPÁTICO NOS TRANSMITIU MUITA ESPERANÇA. MAIS AI VEM AS DECIPÇÕES. ATE NA SEGUNDA FEIRA VÉSPERA DA REUNIÃO ESTAVA TUDO CERTO PARA ASSINAR A NOVA IN QUE REVOGAVA IN 15. PERCEBE UM MOVIMENTO MEIO ESTRANHO. VOU DAR NOMES AOS BOI O PRESIDENTE DA COBRAP. O PRESIDENTE DA FEOSP. O DEPUTADO NELSON MARQUEZELI. O PRESIDENTE DO IBAMA. E MAIS 2 OU 3 QUE NÃO CONHEÇO ENTRARÃO EM DIREÇÃO A SALA DO PRESIDENTE E OS TROUXAS FOI ATRAZ E ELES SUMIRÃO. SABE O QUE ELES ESTAVA FAZENDO????? UMA REUNIÃO DE PORTA FECHADA. AI MIM SENTE UM PEIXE FORA DA AGUA. SERÁ O QUE FOI COMBINADO ALI HEM? SER QUE FICARAM COM RECEIO PORQUE TINHA MUITA GENTE. VAZOU NO MEU OUVIDO QUE ALE ESTAVA DECIDIDO SE DEIXAVA AGENTE PARTICIPAR DA REUNIÃO OU NÃ O. MAIS TEVE UMA PESSOA QUE FALOU PUXA O PESSOAL VIERAM DE LONGE ISTO NÃO É JUSTO, Forte Abraço : XXXX Passarinheiro.



Resposta:


XXXX, meu amigo, ando tanto desanimado, decepcionado, enojado e desconfiado que espero sinceramente que essa ocorrência tenha se limitado à participação ou não dos demais que lá se encontravam. Estou arquivando e processando tudo que chega ao meu conhecimento, mas nem vontade de participar dos grupos estou tendo mais, sinceramente, não querendo desagregar, mas não posso esconder o meu descontentamento. Só estou à espera da nova IN que parece que será publicada amanhã (29/03) para encerrar a instrução e forma o meu livre convencimento fundamentado. Tenho visto tanta coisa nesses poucos anos de participação ativa no meio que não me sinto estimulado em aparecer aqui ou acolá, mas só em trabalhar, trabalhar e trabalhar, além de criar que virou o meu refúgio mental e espiritual. Fuiiiiiiii !!!

XXXXXXX XXXXXX.

Bicudo, video Institucional.

domingo, março 27, 2011

Deus ouviu as orações, dias melhores virão!

Ninho dos Colibris com o Dep. Federal Junji Abe e empresários vão ao IBAMA em Brasília!

Além de protestar contra a IN 15, precisávamos fazer mais alguma coisa. Ao ler os e-mails recebidos, vimos que a responsabilidade sobre nossos ombros era cada vez maior, então pedimos a Deus que colocasse, junto da gente, pessoas certas que pudessem somar, sem atrapalhar, o que já vem sendo feito por nossas associações.

Começamos a reunir empresários, fabricantes de gaiolas, rações, acessórios, passarinheiros amadoristas e comerciais e vimos que o problema de todos era igual: redução de faturamento, empregados sendo demitidos e nenhuma perspectiva de dias melhores. Então veio o convite do Deputado Junji Abe que, ao tomar conhecimento de tudo, se sensibilizou muito e vendo nosso trabalho no site nos convidou para estarmos ao lado dele junto ao presidente do IBAMA.

Dia 23/03 levamos conosco 2 criadores amadorista, 1 comercial e alguns empresários. Esperávamos encontrar um “leão” pela frente; grande foi a surpresa quando, na porta de seu gabinete, fomos recebidos com um sorriso e um aperto de mão pelo Dr. Curt Trennepohl, pronunciando as seguintes palavras: “Sou um servidor público e estou aqui para servir o povo.” Mais surpreso fiquei quando, o ao sentarmos ao redor de sua mesa, ele disse: ”_ Isaías, sei tudo o que vai falar. Li em seu site o “PRESENTE DE PAPAI NOEL GREGO” e já autorizei minha equipe revisar a IN 15 e publicá-la novamente, pois concluímos que não existe uma pessoa a elogiando”.

Ele, porém, fez questão de ouvir todos os nossos protestos e sugestões, sem pressa alguma e no final, nos prometeu uma reunião com a equipe técnica, que está concluindo a nova IN 15. Não pude sair de seu gabinete sem lhe dizer que ele é resposta de orações e que o IBAMA, hoje, vai ter a melhor gestão de toda sua história e que os problemas de nossas florestas começarão a ter solução. Estávamos no aeroporto quando a secretária do setor de fauna nos ligou dizendo que a reunião fora marcada para o dia seguinte às 14h30min.

Fomos muito bem recebidos pelo Dr. Cantareli que, iniciou dizendo que havia lido nosso site, inclusive os e-mails enviados comentando a IN 15. Em seguida, nos deu a boa notícia: que os criadores comerciais existentes não são afetados pela nova IN 15, podendo continuar criando e vendendo com nota fiscal todas as espécies relacionadas em suas licenças, para qualquer pessoa, passarinheiro ou não passarinheiro, que deverá apresentá-la sempre que necessário.


Ficamos felizes, porém não nos calamos e durante 03:30hs conversamos sobre vários pontos da IN que podem melhorar. No final da reunião pediu que fizéssemos um relatório que seria apreciado na próxima semana, sem prejuízo de tempo para a publicação da NOVA IN 15.

Finalizamos este texto agradecendo, em primeiro lugar a Deus,depois ao Deputado Junji Abe que, tão bem abraçou nossa causa, ao Dr. Curt Trennepohl: um exemplo de profissional e ser humano, ao Dr. Cantareli pela grande atenção que nos deu e a todos que nos enviaram seus e-mails, que certamente, colaboraram e ajudaram o IBAMA a saber a opinião do povo sobre a IN 15.

Depois da nova publicação, certamente nossa luta continuará; discordando de alguns itens, apresentando soluções, porém sempre mostrando ao IBAMA que somos aliados no combate ao tráfico, captura de pássaros na Natureza e destruição das florestas que são habitat natural das espécies.

Nosso sonho é ver, um dia, todas as espécies sendo reproduzidas em criadouro, pois somente assim, teremos a certeza que nenhuma delas será extinta de nossa fauna e se, na Natureza, alguma desaparecer, doaremos exemplares para um projeto de repovoamento e mostraremos a todos que criador de passarinho não é caçador e destruidor, mas sim um banco genético de nossa fauna.


Isaías Costa.


contato@ninhodoscolibris.com.br

sexta-feira, março 25, 2011

TORNEIOS DO FIM DE SEMANA:

CPC-RS - Cachoeirinha

Março.

26/03/11 - Canário - Azulão - ( canto livre de Coleiro ).
27/03/11 - Coleiro.


ENDEREÇO DOS TORNEIOS EM CACHOEIRINHA
Rua Doutor Décio Martins Costa, 312.
CEP 94920-170 Cachoeirinha - RS

quarta-feira, março 23, 2011

MAIS NOTÍCIAS SOBRE IN-15



Bancada Eco Passarinheiro participa de audiência com o presidente do IBAMA.
Qua, 23 de Março de 2011 15:11 Jonas Lima Notícias - Passarinheiros.

A Bancada Eco Passarinheiro esteve reunida na tarde desta terça-feira (22) com o
presidente do IBAMA, Curt Trennepohl, e com o Diretor de Biodiversidade, Américo
Tunes, para tratar de assuntos referentes à criação de pássaros nativos e
exóticos. Na oportunidade, foi protocolado um documento com as reivindicações
dos criadores.

O presidente informou que irá avaliar e tomar as providências cabíveis para
solucionar as questões apresentadas. O principal pronto reivindicado pelo setor
diz respeito às alterações à Instrução Normativa N° 15. A Instrução dispõe sobre
a criação de pássaros nativos. Trennepohl afirmou que a parte técnica da
correção da IN15 já foi concluída e aguarda apenas os ajustes jurídicos para a
assinatura e publicação. Quanto as anilhas pagas e não entregues foi explicado
que o IBAMA não tem mais condições de disponibilizar e que será devolvido o
dinheiro aos criadores. As federações ficaram de se reunir para poder se
posicionar sobre a questão.

O coordenador da Bancada, deputado Nelson Marquezelli, destacou que é preciso
que as alterações sejam feitas de acordo com as solicitações da categoria.
Afirmou que a reunião é uma pequena amostra da força do setor que além de
preservar as espécies movimenta toda uma cadeia produtiva gerando milhares de
empregos. O parlamentar solicitou agilidade no fechamento das questões jurídicas
para a publicação das alterações da Instrução.

O presidente da COBRAP, Aloísio Pacini Tostes, destacou que o apoio dos
parlamentares em conjunto com os presidentes de clubes e federações foi
fundamental para a concretização desses avanços. No entanto, afirmou que esse é
um primeiro passo. “Queremos diferenciar criadores de contrabandistas, somos os
maiores interessados e apoiadores contra os crimes ambientais”, enfatiza
Aloísio.

Mais de setenta pessoas acompanharam as discussões, estavam presente presidentes
de clubes e federações de todo o país. Também compareceram os deputados Valdir
Colatto (SC), Moacir Micheletto (PR), Fábio Trad (MS), Sandro Mabel (GO),
Carlaile Predrosa (MG) e a deputada Marinha Raupp (RO) e o suplente de deputado
Catarino Lima PA . Ainda enviaram representantes os deputados Wellington
Fagundes (MT), Luiz Carlos Heinze (RS) e Otávio Leite (RJ), José Carlos Araújo
(BA), Davi Alcolumbre (AP) e Helio Santos (MA).

Aves Exóticas
O presidente do IBAMA, Curt Trennepohl, assinou a Instrução Normativa (IN) que
sistematiza a criação dessas aves exóticas que são, há muito tempo, criadas em
todo o território nacional. O desenvolvimento da atividade até então carecia de
uma normatização adequada.

Havia uma grande aflição por parte do setor por causa das indefinições sobre a
normatização que colocava os criadores numa situação muito vulnerável para as
ações de fiscalização que estavam se intensificando ultimamente. O IBAMA agiu
com o apoio irrestrito do Bancada Eco Passarinheiro para elaborar o teor da
normativa.

Com a IN espera-se que haja um novo ânimo para os criadores que poderão seguir
as atividades com tranquilidade. Os deputados ficaram satisfeitos com o desfecho
encontrado e manifestaram os votos de sucesso aos criadores que poderão contar
com o apoio e o incentivo da Bancada.

FONTE: THIAGO M. HOOG

IBAMA ASSINA IN DOS EXÓTICOS.

Brasília 22/3/2011 – Em reunião hoje à tarde em Brasília, o Ibama, representantes de entidades de pássaros exóticos de todo o país e membros da bancada Eco-Passarinheira da Câmara dos Deputados assinaram Instrução Normativa (IN) considerada um grande avanço na legalização e organização dos criadores de pássaros exóticos.

O ato contou com a presença do presidente do Ibama, Curt Trennepohl, do diretor Américo Ribeiro Tunes, de presidentes e coordenadores de entidades de pássaros e dos parlamentares Valdir Colatto (PMDB/SC), Nelson Marquezelli (PTB/SP), Moacir Micheletto (PMDB/PR), Marinha Raupp (PMDB/RO), Sandro Mabel (PR/GO).

A IN dos Exóticos, como foi chamada, tira da ilegalidade aves como agapornis, ringneck, rosella, calafate, dentre outras. O presidente da Federação Ornitológica Catarinense (FOC), Wilson Gomes, reforçou o posicionamento do diretor do Ibama Américo Tunes quando afirmou que “quanto mais os pássaros forem criados em cativeiro, será mais fácil inibir a ação dos bandidos e diminuir o contrabando”.

A assinatura da IN, justificam os criadores, possibilita agora trabalhar com serenidade e com o amparo da lei. Membro da bancada Eco-passarinheira, o deputado federal Valdir Colatto destacou as inúmeras reuniões e intercessões dos membros do grupo junto ao Ibama e defendeu a criação de pássaros exóticos. “Tudo o que o homem pode criar e reproduzir dificilmente será extinto”, disse.

O presidente da Confederação Brasileira dos Criadores de Pássaros Nativos (Cobrap), Aloísio Tostes, acompanhou as discussões e esteve presente no ato de assinatura. “Estávamos sendo tratados como traficantes pelos fiscais do Ibama, sendo vítimas de uma verdadeira ala radical que confundia nossa criação com o tráfico” desabafou. Segundo ele, nos últimos seis meses as notificações aumentaram, com severas multas e perseguição desenfreada por parte dos fiscais, justamente num momento em que se discutia novas normas para criação exótica. “Trabalharemos agora pela conservação das aves. Os criadores de pássaros exóticos brasileiros são exemplo no mundo, pelo clima do nosso país e dedicação aos animais”, destacou.

Quanto as anilhas (identificação das aves), o sistema passará a ser integrado entre Federações estaduais o que, segundo, as entidades, dará mais agilidade, clareza e solidificará a criação de exóticos, criando empregos, renda, lazer e conservação das espécies.

Assessoria de Imprensa – Deputado Federal Valdir Colatto (PMDB/SC)
Chapecó (49) 3328.1516 e 9121.9200 – Veruska Tasca
Brasília (61) 3215.5708 e 8115.2828 – Jaque Bassetto


FONTE: http://www.acpj.com.br/index_destaque.asp?id=8

terça-feira, março 22, 2011

MANEJO NA MUDA.

Quem já criou outros pássaros bem
sabe que os coleiros tem um jeito todo especial para aprontar. Alguns pássaros
aprontam sozinhos, outros nem mesmo param de cantar na muda mas com alguns
coleiros é diferente. A primeira recomendação que dou é a de não deixar os
pássaros fazerem muda em lugar escuro! Normalmente ouvimos que os pássaros em
muda não devem ser mexidos e que devemos deixa-los com capa e quietos em um
ambiente de penumbra e tal. Isso esta completamente errado! Na natureza os
pássaros em muda entram realmente em um tipo de recesso canóro e procuram
limitar suas atividades diárias mas isso não quer dizer que virem estátuas e
não interajam mais com o mundo a sua volta.

O pássaro deve fazer a muda em um local tranquilo, de preferencia sem ouvir
piados de fêmeas nem de outros machos que talvez estejam mais prontos e possam
perturbá-lo, mas esse local não deve ser escuro, muito pelo contrario. Procure
colocar o pássaro em uma gaiola maior para que ele faça a muda, de preferencia
a gaiolas mais compridas, tipo voador para que o pássaro posso voar a vontade e
se exercitar mais já que em períodos de muda os pássaros tendem a engordar.
Coloque-o em um local arejado (arejado, não com correntes de ar) e claro.
Sempre que possível coloquem os pássaros no sol da manhã, isso despertará o
pássaro e fará com que o mesmo tenha logo de cara uma postura diferente de
quando estava no prego, sem contar que o sol é benéfico para a formação e
manutenção das penas e para os ossos do pássaro. Se houverem outros cômodos tranquilos
na casa procure variar de prego. Coloque o pássaro alguns dias em um cômodo e
alguns dias em outro. Isso servirá para quebrar um pouco o tédio e a monotonia
em que o pássaro se encontra devido a muda. Lembrando que a monotonia é um dos
fatores agravantes para que o pássaro demore para voltar a cantar após a muda.
Assim como nós os pássaros tem quadros de stress e depressão e a simples troca
de pregos durante o periodo de muda normalmente evita que tais sintomas se
alonguem quando o pássaro terminar a mesma. Procure ministrar um polivitamínico
para o pássaro duas vezes por semana, nessa dose não implicará em maiores
problemas.

Márcio Burda.
Paranaguá Paraná.

PROTESTO SOBRE APREENSÃO.

Á Ouvidoria do Ibama

Estou deixando aqui o meu protesto a respeito de uma apreensão de mais de 200 pássaros da espécie Agapornis e 5 silvestres em 17/03 na cidade de Joinville – SC

Quanto aos cinco silvestres eu nem vou me posicionar, pois parece que havia irregularidades, mesmo estando todos anilhados e cadastrados no ibama, e a lei foi cumprida,OK! agora o foco do assunto são os agapornis que é a verdadeira paixão do Amigo Alexandre.

O criador que foi autuado nesta apreensão, é um amigo meu de 31 anos chamado Alexandre Dopke.

A mídia ao divulgar o assunto o rebaixou ao mesmo nível de traficantes de aves silvestres.

A Espécie Agapornis é um exótico de origem africana, que não está listado na lista Pet (Aves domésticas) do Ibama, e por este motivo o IBAMA levou todos os seus agapornis, e o autuou em 830 mil reais de multa

Os Agapornis já são criados no Brasil há mais de 30 anos, tempo suficiente para existir documentação e estudo sobre a espécie (Atribuição do órgão).

O Alexandre é um dos maiores conhecedores desta espécie na América do Sul, desenvolveu cores e mutações que não existem em outro lugar do planeta, tem um plantel saudável e inclusive é Juiz de aves pela OBJO (Ordem Brasileira de Juízes Ornitológicos) ligada a FOB( Federação Ornitológica do Brasil )

Dedica-se a estudar e aprimorar esta espécie a mais de 10 anos, e as aves de seu plantel que foram levadas são exemplares de altíssima qualidade em cor e tamanho, aprimoramento de seleção genética de muitos anos, sem falar do valor sentimental dessas aves.

Os excedentes de seu plantel, assim como a maioria das aves domésticas eram repassados a Pet Shops, e o melhor de sua criação participava anualmente de exposições de cor e beleza, a nível estadual e nacional, durante todos estes anos que o conheço ele sempre foi muito bem nas exposições e sempre representou a cidade e o estado levando aves de altíssima qualidade de cor e plumagem, reflexo do cuidado, amor e conhecimento que ele sempre dedicou a suas aves.

Não sei se esta é uma atitude isolada do Ibama de SC, ou é também praticada em outros estados, parece que não, pois as exposições de agapornis vão ocorrer normalmente em São Paulo (Itatiba) e ninguém foi apreendido.

Fica minha pergunta ao Ibama, o que será feito com estas aves já que não podem ser soltas na natureza?

Que contribuição esta apreensão fez a fauna brasileira ?

Porque foi cobrado 5 mil de multa por ave, se esta espécie não está ameaçada de estinção ?

Se estas aves vierem a óbto no IBAMA, ou se perderem, quem responderá ?

Será que se neste caso que não foi tráfico, apenas uma irregularidade, não seria melhor a abordagem ser de concientização, ao invés de apreensão ?

Sugestão: Nestes casos não seria melhor deixa-lo como fiel depositário das aves, como é feito em alguns silvestres, até que se tenha uma IN que trate destas espécies ?

O que está levando a gerência de fauna de SC estar fazendo marcação cerrada aos criadores de Agapornis ???????

Parece que já é o quarto caso no estado, Blumenau,Floripa, Mafra e Agora Joinville.....

Sei que estou muito triste, pois vejo o esforço e resultado de anos de pesquisa e dedicação de um amigo sendo invalidados pelo órgão que deveria incentivar a criação em cativeiro, pois cada ave nascida em cativeiro, independente de silvestre ou exótica, pode ser uma ave a menos que o tráfico venderia no mercado como Pet.

Deixo aqui meu protesto !!!

Roni Cardoso da Silva

Joinville - SC


FONTE: http://www.acpj.com.br/index_destaque.asp?id=7




MEU DESABAFO AGORA...


MEU DEUS DO CÉU, O QUE TA ACONTECENDO NO NOSSO PAÍS ? ONDE ESTÃO AS PESSOAS DO BEM, ONDE ESTÃO OS NOSSOS GOVERNANTES, ONDE ESTÃO NOSSAS HONRAS, NOSSAS VIDAS, NOSSO AMOR, NOSSO TRABALHO, NOSSA LIBERDADE DE VIVER EM PAZ E VIVERMOS BEM, PUXA NÃO TEMOS TERREMOTOS, NÃO TEMOS TSUNAMIS, NÃO TEMOS GUERRAS CIVIS, NÃO TEMOS MAIS COMPAIXÃO PELAS PESSOAS E PELOS ANIMAIS EM GERAL, O QUE TA ACONTECENDO, ESTAMOS PRECISANDO SOFRER COMO NO JAPÃO, COMO NO HAITI, COMO NA LÍBIA, PRA VALORIZARMOS NOSSAS VIDAS E NOSSA TERRA, NÃO SEI MAIS O QUE DIZER, ME REVOLTA CADA NOTICIA, CADA PALAVRA, CADA AGONIA, ONDE VAMOS PARAR, POR FAVOR, ALGUEM ME DIGA, ALGUEM ME AJUDE, TO ENTRANDO EM DEPRE POR TUDO ISSO, O QUE MEUS FILHOS DIRÃO DEPOIS, QUANDO NADA EXISTIR !!!!

ALGUEM AI PODE ME DIZER ALGUMA COISA, ALGUEMMMMMM, ALOOOOO TO SOZINHOOOO, NINGUÉM RESPONDE, NINGUÉM TOMA PARTIDO, MAIS UMA VEZ MEU DEUS ME AJUDE...


ME PERDOE DEUS POR USAR TEU NOME, MAS NÃO É EM VÃO E SIM PELO AMOR QUE AINDA SINTO E AINDA QUERO PASSAR.

Desculpem meus amigos, tive que desabafar mais uma vez a esta vergonha, chamada Brasil Tupiniquim... Dos corruptos e desonestos que nada acontece com eles e sim com os que amam a natureza e tentam defende-la.

Ass.: Eu e muitas outras pessoas com medo e ou nem tanto.

Site da ACPRS

http://www.associacaoacprs.com.br/

PRÓXIMO TORNEIO:
10/04/11-
COLEIRO E CANÁRIO
ASSOCIAÇÃO DOS CRIADORES DE PÁSSAROS
DO RIO GRANDE DO SUL

CONVIDA

1º JANTAR NA SEDE ACPRS


DIA:22/03/2011
HORAS: 20:30

GALETO POR CONTA DA ACPRS

TRAGA APENAS A BEBIDA DE SEU GOSTO

FONES: 34282263 E 32218950
ENDEREÇO: Rua Dom Feliciano 1188 Niterói CANOAS-
RS


http://www.associacaoacprs.com.br/

segunda-feira, março 21, 2011

NEGRESCO, MAIS UMA VEZ PRIMEIRO...




TORNEIO DE BICUDO CANTO LIVRE - 20/03/2011.

PRIMEIRO LUGAR - NEGRESCO 1.58

ACPRS - CANOAS/RS.

ASSOCIE-SE JÁ.




GALERA DA ACPRS, ONDE FUI BEM RECEBIDO.

Local dos Torneios:

Sociedade Beneficente Castro Alves

Rua: Monte Castelo Nº700 B. Nossa Srª das Graças- Canoas-RS
FONES: 51-34282263 - 51-91466171.

Bicudo Radiante do amigo Mauricio Tavares.

video

domingo, março 20, 2011

Retorno importantíssimo, obrigado mestre!!!

NOME: Carlos Raupp

ASSUNTO: Canto do Bicudo

DIGITE SEU e-mail LOGO ENTRAREMOS EM CONTATO, OBRIGADO

Sr. Aloisio,
Sei da sua enorme importancia sobre nossos pássaros no Brasil, queria só saber uma coisa, tem possibilidade de acertar o canto de um bicudo, na muda, por ele estar com notas de curió pelo aprendizado na época de filhote?
Muito obrigado!!
Meu blog : http://passarinheiros.blogspot.com/

At., Carlos Raupp.

xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx

RETORNO:

Prezado Carlos,

Sim, é possível. No entanto, sabes cada bicudo é um universo. Pode ser que sim e pode ser que não. Mas pássaros que aprendem canto de curió , de repente pode pegar o de bicudo. Já tive um bicudo que cantava puro curió e passou depois para bicudo. Espero que tenhas sucesso.

Abraços
Aloísio.


sexta-feira, março 18, 2011

terça-feira, março 15, 2011

Preparação do bicudo para torneio de canto.

O grande problema do desempenho dos bicudos nas provas de canto é o reduzido tempo destinado à sua avaliação. São apenas 5 minutos para o bicudo demonstrar todo o seu potencial.

Com os bicudos de canto clássico devem ser evitados os duelos com outros bicudos para evitar a aquisição de vícios de canto, salvo se ambos apresentarem o mesmo canto. Os passeios, principalmente por lugares movimentados são ótimos. Mudanças constantes da gaiola de lugar, banhos de sol são excelentes estímulos à abertura do seu canto.

O mais importante, no entanto, é o seu condicionamento.


Para isso empregamos a capa. O bicudo deve ser mantido com a gaiola encapada por uma semana ou mais. Após isso devemos retirar a capa e pendurá-lo em local externo ao criatório. Devemos ter cuidado para que seja um local sombreado pois o bicudo estará acostumado a penumbra, com a gaiola encapada. Retirada a capa ele tenderá a cantar pelo estimulo visual do novo ambiente. Se passar mais de 10 minutos sem cantar devemos encapar a gaiola e devolvê-lo ao criatório. Se iniciar o canto devemos observar e permitir que cante até dar sinais de que está reduzindo as cantadas. Quando estiver diminuindo o número de cantadas ou de repetições, encapamos a gaiola e o devolvemos ao seu lugar no criatório. Devemos repetir esse treinamento diariamente, com sessões de no máximo 30 min.


Ao poucos o pássaro ficará condicionado a cantar na hora que a capa é retirada da gaiola. Devemos efetuar passeios de automóvel com a gaiola encapada, conduzindo sessões de treinamento em locais variados. Quando o bicudo estiver bem condicionado, iniciará seu canto com a gaiola ainda na mão, assim que for retirada a sua capa. Nas provas de canto, permita que ele dê uma ou outra cantada com a gaiola na mão, antes de ir para a estaca. É muito importante o entrosamento do bicudo com seu criador nessa modalidade.


Fonte: http://www.cantoefibra.com.br/Treno.htm

ACPRS - CANOAS/RS

TORNEIOS ACPRS RANKING 2011

ACESSE O SITE:
www.associacaoacprs.com.br

MARÇO

20/03/11 Trinca Ferro, Coleiro, “Curió e Bicudo” (canto livre).

ABRIL (INCENTIVO)
10/04/11 Coleiro e Canário
24/04/11 Trinca Ferro e Azulão

MAIO (INCENTIVO)
22/05/11 Trinca Ferro e Azulão

JUNHO (INCENTIVO)
19/06/11 Trinca Ferro e Azulão

JULHO
03/07/11 Trinca Ferro e Azulão
24/07/11 Trinca Ferro e Canário

AGOSTO
07/08/11 Trinca Ferro e Canário
21/08/11 Trinca Ferro e Canário

SETEMBRO
04/09/11 Trinca Ferro e Canário
18/09/11 Trinca Ferro e Azulão

OUTUBRO
02/10/11 Azulão e Canário
16/10/11 Trinca Ferro, Curió e “Bicudo” (canto livre).
30/10/11 Coleiro, Curió e “Bicudo” (canto livre).

NOVEMBRO
13/11/11 Coleiro, Curió, “Bicudo e Tico-Tico” (canto livre).
27/11/11 Trinca Ferro, Coleiro, Canário e “Tico-Tico” (canto livre).

Dezembro
11/12/11 Trinca Ferro, Curió, “Bicudo e Tico-Tico” (canto livre).
18/12/11 Azulão, Coleiro e Canário

Local dos torneios:
Sociedade Beneficente Castro Alves
Rua Monte Castelo nº 700, Bairro: Nossa Senhora das Graças, Canoas-RS.
Contato ACPRS:(51)3428-2263 e (51)9146-6171

PARABÉNS NEGRESCO, TERCEIRA VEZ...





TORNEIO DE BICUDO CANTO LIVRE - 12/03/2011.

PRIMEIRO LUGAR - NEGRESCO 2.16

CPC - RS.

http://www.cpc-rs.com/

ASSOCIE-SE JÁ.

segunda-feira, março 14, 2011

CPC - RS / TORNEIOS












RANKING GERAL DE BICUDOS CPC-RS.




PÁSSAROS

15/01

22/01

12/02

26/02

12/03

TOTAL

MANEQUIM - Valdir

2,11

2,01

2,32

2,22

2,09

10,75

NEGRESCO - Raupp

0

0

2,02

2,00

2,16

6,18

GARANHÃO - Nego

0,59

3,10

0

2,25

0

5,94

MINEIRO - Nei

1,05

1,37

0

0

0,21

2,63

PARABÉNS NEGRESCO, MAIS UMA!!!

Canto Livre - 12/03/2011 -CPC-RS.


1° - NEGRESCO - Proprietário Raupp - Total de cantos 2,16
2° - MANEQUIM - Proprietário Valdir - Total de cantos 2,09
3° - MINEIRO - Proprietário Nei - Total de cantos 0,21

sexta-feira, março 11, 2011

TORNEIOS DO FIM DE SEMANA:

ACPS - Gravataí

Março.

13/03/2011 - Coleiro - Curió - Bicudo.


CPC-RS - Cachoeirinha


Março.

12/03/2011 - Bicudo - Curió - Azulão ( canto livre).
13/03/2011 - Coleiro.


domingo, março 06, 2011

Reunião com Presidente do IBAMA.

Buenas Raupp,

Talvez o amigo já saiba mas é interessante.

Fonte: http://www.torneios.org.br/

Abraço e que venham as "Boas Novas".

Flávio Kupper.

-------------------------------------------------------------------------------------------

Prezados.

No dia 22.03.2011 às 15 horas teremos uma reunião em Brasília DF com a presidência do IBAMA em conjunto com a Bancada Eco Passarinheiros para tratar de assuntos dos mais relevantes para a nossa classe.

Os Presidentes das Entidades Federativas serão convidados.

Sucesso e abraços,
Aloísio P Tostes.

Fonte: http://www.torneios.org.br/


sexta-feira, março 04, 2011

TORNEIOS DO FIM DE SEMANA:


ACPS - Gravataí

Março.

06/03/2011 - Coleiro - Canário.


CPC-RS - Cachoeirinha


Março.

05/03/11 - Azulão e Canário - ( ALVORADA)*.
06/03/11 - Coleiro e Trinca Ferro - ( CAPÃO DA CANOA)**.

*Torneio em Alvorada
Rua: Vasco da Gama, 1546 CEP 94820-490

**Torneio em Capão da Canoa
Rua: Saturnino Ramos Pereira, 1186 CEP 95555-000


terça-feira, março 01, 2011

RANKING GERAL DE BICUDOS CPC-RS.

Canto Livre - 15/01/2011 -

1° - MANEQUIM - Proprietário Luciano/Valdir - Total de cantos 2.11

2° - - - - Proprietário Nei - Total de cantos 1.05

3° - GARANHÃO - Proprietário Nego - Total de cantos 59,58'

Canto Livre - 12/02/2011 -

1° - MANEQUIM - Proprietário Luciano/Valdir - Total de cantos 2.32

2° - NEGRESCO - Proprietário Raupp - Total de cantos 2.02

Canto Livre - 26/02/2011 -

1° - GARANHÃO - Proprietário Nego - Total de cantos 2.25

2° - MANEQUIM - Proprietário Luciano/Valdir - Total de cantos 2.22

3° - NEGRESCO - Proprietário Raupp - Total de cantos 2.00

ADD MEU ORKUT.

http://www.orkut.com.br/Main#Profile?rl=mp&uid=13444418148154502566